segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Transferências 2008 Rio

Os times do Rio seguem perdendo seus melhores jogadores e contratando pouco, com exceção do Flamengo.


*O Mengo não perde seus "craques" mas também não contrata.

Quem Chega: Dieguinho (Nova Iguaçu), Douglas (Santo André) e Willians (Santo André).

Quem Sai: Dininho, Leonardo e Fernandão dispensados.

*Depois de perder seus principais jogadores o Fogão enfim começa a buscar jogadores.

Quem Chega: Diego (Nacional), Jean Carioca (ABC), Fahel (Goiás) e Reinaldo (ex-Flamengo e São Paulo que estava sem clube).

Quem Sai: Renato Silva (São Paulo), Triguinho (Santos), Lúcio Flávio (Santos), Jorge Henrique (Corinthians), Túlio (Corinthians), Gil, André Luis, Fábio e Luciano Almeida foram dispensados.

*Sem vaga na Libertadores e com elenco caro o Flu perde seus astros para outro tricolor. Surge a hipótese da contratação de Léo (ex-Santos)

Quem Chega: Xandão (Guarani) e Mariano (Atlético MG).

Quem Sai: Washington (São Paulo), Junior Cesar (São Paulo), Carlinhos (Náutico) e Thiago Silva (Milan).

* Na série B em 2009 o Vasco vai montando um novo time.

Quem Chega: Paulo Sérgio (Grêmio), Fágner (PSV e ex- Corinthians), Titi (Náutico), Fernandinho (Vila Nova), Enrico (Djurgarden) e Jeferson (Santo André).

Quem Sai: Wágner Diniz (São Paulo), Mádson (Santos), Edmundo, Odvan, Eduardo Luiz, Anderson Santos, André, Jorge Luiz e Jonilson foram dispensados.

A Colômbia é vermelha


Bastaram apenas 17 minutos para acabar o jejum do América em seus domínios. A equipe que não tomava gols em casa há 3 jogos viu sua invencibilidade de 12 partidas sem perder no campeonato ameaçada.

O gol saiu de um cruzamento da esquerda que o oportunista atacente Diego Álvarez aproveitou ao se atirar em direção a bola e desviar, sem chances para o goleiro do América, Adrián Berbia.

Com 1 a 0 no placar o Medellín igualava o resultado da primeira partida e deixava tudo indefinido.

Mas aos 25' o América roubou a bola e puxou um rápido contra-ataque, Adrián Ramos recebeu na entrada da área, ajeitou, chutou forte e contou com a ajuda do goleiro Bobadilla. O resultado dava o título ao América.

Antes do fim do primeiro tempo o América ainda teve três chances de virar, mas Bobadilla evitou a goleada.

No começo do segundo tempo o Medellín pressionou e teve duas oportunidades de marcar, mas parou nas mãos do uruguaio Adrián Berbia e no erro de seu ataque.

Em um ataque despretencioso aos 60' o América virou o jogo, Velez cruzou da direita e J. Ramos tentou cortar, mas jogou a bola para as próprias redes em um "autogol".

Mesmo perdendo o ‘Poderoso de la Montaña’ foi pra cima e em duas cobranças de falta quase empatou

O golpe final veio aos 89' em um contra-ataque fatal, três jogadores do América contra apenas um do Medellín tocaram a bola e Ramos fechou o placar.

Com o resultado final de 4 a 1 nos dois jogos o clube de Cali conquistou seu décimo terceiro campeonato nacional e quebrou o jejum de seis anos sem títulos.

Imagem do site www.goldoldol.net

domingo, 21 de dezembro de 2008

Transferências 2008

Primeira Parte - São Paulo

Em São Paulo a maioria dos reforços que chegam vem do Rio.

*O São Paulo apesar do Tri Brasileiro está se reforçando muito bem.

Quem Chega: Washington (Fluminense), Junior Cesar (Fluminense), Wáner Diniz (Vasco) e Renato Silva (Botafogo). O lateral Jadilson que estava no Cruzeiro retorna do empréstimo

Quem Sai: Éder Luis (Atlético MG) e Renan (Sport)

*Depois de uma má campanha o Santos começa a contratar.

Quem Chega: Triguinho (Botafogo), Lúcio Flávio (Botafogo) e Mádson (Vasco)

Quem Sai: Fábio Santos (Grêmio) e Michael (fim do empréstimo)

*Poucos reforços até o momento no Palmeiras.

Quem Chega: Maurício (Coritiba), Marquinhos (Vitória), Cleiton Xavier (Figueirense) e Willians (Vitória)

Quem Sai: Alex Mineiro (Grêmio), Jorge Preá (Mogi Mirim), Makelele (Vitória), Thiago Gomes (Vitória), Leonardo Silva (Vitória), Valmir (Vitória) e Washington (Vitória)

*De volta a primeira divisão o Corinthians chamou a atenção do mundo ao contratar Ronaldo.

Quem Chega: Jorge Henrique (Botafogo), Túlio (Botafogo), Jean (Grêmio) e Ronaldo (sem clube)

Quem Sai: Rafinha, Bebeto e Marcel. Fábio Ferreira deve deixar o clube ao fim do contrato e fechar com Bordeaux, da França ou AEK, da Grécia. O Grêmio também disputa o atleta.

*Rebaixada para a segunda divisão a Portuguesa muda a lateral.

Quem Chega: Vitor (Boavista-RJ), Guigov (Barueri) e César Prates (Atlético MG)

Quem Sai: Bruno Recife (São Caetano), Fellype Gabriel (Flamengo), Patrício (Bahia) e Maurício (Guarani)

De favorito ao título a eliminado, na tarde em que podia sagrar-se campeão do Apertura 2008 o San Lorenzo perdeu para o Boca por 3 a 1 e está fora da disputa pelo título, pois el Ciclón perde no saldo de gols com qualquer resultado entre Boca e Tigre.

O Boca abriu o placar aos 48' após cobrança de escanteio de Riquelme que Lucas Viatri desviou de cabeça.

O empate dos azuis e vermelhos saiu aos 61' num chute de fora da área do lateral e principal jogador do time Solari. Depois de um chutão pra frente da defesa do San Lorenzo a bola sobrou para Solari, ele chutou com a direita, perna que não é a boa, e contou com a falha do goleiro xeneize que deixou a bola passar por debaixo de suas pernas.

O segundo gol do Boca veio aos 77' com Palacio que recebeu ótimo passe de Riquelme e fez de esquerda na marca do penalti. A jogada foi extremamente rápida, o goleiro xeneize lançou e depois de 4 toques na bola, ela foi parar nas redes do goleiro Órion.

O gol fez com que os jogadores do San Lorenzo perdessem a cabeça, Aguirre e Bergessio foram expulsos facilitando a partida. O Boca também teve problemas já que o astro Riquelme e o meia Vargas receberam o quinto cartão amarelo não poderão enfrentar o Tigre.

Nos acréscimos Chavez ainda aumentou com um chute de esquerda de fora da área e decetou a eliminação do Ciclón.

Com o placar o Boca pode ser campeão até se perder por um gol de diferença na próxima terça-feira, a equipe terá 3 pontos, mas não poderá ser alcançada no saldo de gols pelo Tigre, que tem saldo negativo de um gol e não marcou nenhum ponto.

O jogo decisivo será no mesmo palco da partida de ontem, no estádio Juan Domingo Perón, em Avellaneda.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008


Domingo é dia de decisão na Colômbia.

Depois da primeira colocação no grupo A do quadrangular, o Medellín perdeu a primeira partida da final ontem por 1 a 0. A equipe que terminou a primeira fase em 5º com 29 pontos, sobrou no quadrangular e perdeu apenas uma das seis partidas. O Medellín terá que recuperar a boa forma que vinha tendo, já que não vence há três rodadas, sendo que perdeu as duas últimas.

O outro candidato ao título vive em festa e prepara-se para festejar seu décimo terceiro título. A quarta colocação na primeira fase com uma das melhores defesas e um dos melhores ataques, levou a equipe ao quadrangular final. Pelo grupo B o América somou 11 pontos, com 3 vitórias, 2 empates e apenas uma derrota. A defesa funcionou novamente e foi a melhor dos dois grupos. A festa da torcida tem motivo. O América não perdeu nenhum dos 12 jogos que fez pelo campeonato em seu estádio, sem contar que não leva gols em casa há 3 jogos.

Sobre o jogo

Com 44.642 pessoas no estádio Atanasio Girardot em Medellín, a equipe local foi pra cima com passes curtos e ataques rápidos, mas pararam na forte defesa do América. Depois de passar o primeiro tempo sendo pressionado o time visitante voltou mais solto no segundo tempo. O gol que deu a vitória ao América e a grande vantagem na disputa do troféu saiu aos 63' quando o Medellín atacava e perdeu a posse de bola, os vermelhos (que vestiram branco) puxaram um rápido contra-ataque, a bola foi lançada na esquerda para Armero que estava impedido, depois de dar um belo corte no zagueiro, Armero cruzou a bola para Cortés Victor Javier, ele dominou na marca do penalti e chutou de direita na saída do goleiro.

Artilheiros

1 Montero Muñoz Freddy Henkyer 16 (Deportivo Cali)
2 Quintero Villalba Carlos Darwin 13 (Pereira)
3 Rodríguez Suárez Milton Fabian 11 (Millonarios)
Gutiérrez Roncancio Teófilo Antonio 11 (Junior)
Ramos Vásquez Gustavo Adrian 11 (América)

Foto do site www.elespectador.com

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Emoção até o fim

Emocionante, é a palavra que define o Apertura 2008.

Após 19 rodadas San Lorenzo, Boca Juniors e Tigre empataram em número de pontos e farão pela primeira vez na fase de Apertura e Clausura a disputa pelo triangular final.
As equipes se enfrentam entre si na disputa pelo título, a equipe com maior número de pontos será campeã, caso aconteça empate, o confronto direto na primeira fase pode decidir.

A última vez que houve um triangular no campeonato argentino foi em 1968, quando o Velez Sarsfield conquistou seu primeiro título, após o empate co River e Racing.
Naquela época as três equipes empataram com 22 pontos, e olha que por pouco não foram cinco times, já que Boca e Rosário ficaram com um ponto a menos.

Nos confrontos de 1968 o River venceu o primeiro jogo contra o Racing por 1 a 0. No segundo jogo River e Velez empataram em 1 a 1. Na última partida o Velez goleou o Racing por 4 a 2 e ficou com a taça.

Hoje o San Lorenzo venceu o Tigre na primeira partida por 2 a 1. Caso El Ciclón vença os Xeneizes no sábado, Boca e Tigre nem se enfrentarão na próxima quarta, data do último jogo, afinal o San Lorenzo será campeão.

domingo, 14 de dezembro de 2008

Quem levará o Apertura?

Quatro times lutam pelo título neste domingo na Argentina

O torneio Apertura chega hoje a sua 19ª e última rodada, três equipes estão empatadas na primeira colocação com os mesmos 38 pontos, San Lorenzo, Tigre e Boca Juniors. Apenas dois pontos atrás deles está o azarão Lanús, com 36. Somente Boca e San Lorenzo lideraram a liga.

O Boca começou a competição com uma goleada por 4 a 0 sobre o Gimnasia J e outra de 4 a 2 sobre o Newell’s. Foram quatro vitórias seguidas até o empate em 1 a 1 em casa contra o Independiente, daí então a equipe ficou cinco jogos sem vencer, mas recuperou-se contra o rival River Plate quando ganhou por 1 a 0, e venceu seus cinco jogos seguintes. No confronto direto com seus concorrentes pelo título, o Boca venceu o Lanús e San Lorenzo e perdeu para o Tigre. Os xeneizes lideraram o Apertura por 8 rodadas e enfrenta o Colon na Bombonera.

O San Lorenzo é o único que luta pelo título e joga fora de casa, El Ciclón enfrenta o Arg. Juniors. A equipe espera que o melhor ataque da competição sobressaia novamente, como nas duas últimas rodadas, quando goleou por 4 a 1 Huracán e Independiente. El Ciclón foi o time que mais liderou o Apertura, foram 10 rodadas sem ninguém a sua frente.

O Tigre passou o torneio entre os primeiros colocados e sempre que teve a chance de assumir a liderança decepcionou. Há 106 esperando por um título, o Tigre perdeu apenas uma partida em casa e venceu sete. Hoje contra o Banfield, o time tem que vencer e torcer contra Boca e San Lorenzo.

Dois pontos atrás o Lanús torce por derrotas dos lideres e tem que vencer o Atl San Martín para sonhar com o título. Durante o Apertura o Lanús esteve entre os cinco primeiros, mas esta é a primeira vez que chega com força para assumir a ponta. A equipe não perde desde o dia 28/10, de lá pra cá foram 6 partidas, 5 vitórias.

Uma coisa já se sabe, o último colocado. E para delírio dos xeneizes esse posto pertence ao River Plate, que fez uma campanha pífia e empatou ontem com o Estudiantes, somando 14 pontos em 19 jogos. Foram apenas 2 vitórias, 8 empates e incríveis 9 derrotas. O ataque marcou 20 vezes e a defesa sofreu 29 gols.

19ª Rodada
Newell´s Old Boys 3 - 0 Racing Club
Huracan 3 - 0 Velez
Estudiantes 1 - 1 River Plate
Gimnasia J 1 - 1 Gimnasia
Argentinos - San Lorenzo
Boca Juniors - Colon
Independiente - Arsenal FC
Lanus - At. San Martín
Tigre - Banfield
Godoy Cruz - Rosario

sábado, 13 de dezembro de 2008

Mundial

No primeiro jogo o Adelaide United da Austrália venceu o Waitakere United da Nova Zelândia, em Tóquio, na manhã(aqui no Brasil) do dia 11/12. Apesar de pressionar desde o início a equipe do Adelaide saiu perdendo, numa falha do goleiro Eugene Galekovic, o galês Paul Seaman aproveitou e aos 33' marcou. Porém o empate veio logo em seguida, aos 39' com gol de cabeça de Daniel Mullen, após escanteio. A virada veio aos 82' com o craque do time Travis Dodd, que aproveitou o a cobrança de falta e fez de cabeça.

Com a vitória, o Adelaide tem a chance de se vingar do Gamba Osaka do Japão, que o derrotou na Liga dos Campeões da Ásia.

"Estou imensamente satisfeito com esta virada, mas estamos todos conscientes de que vamos ter de jogar muito melhor para vencer o Gamba Osaka", diz Aurelio Vidmar técnico do Adelaide United.

Na madrugada de hoje (aqui no Brasil), o Pachuca do México eliminou o Al Ahly do Egito após vencer na prorrogação. Os mexicanos começaram perdendo por 2 a 0, mas conseguiram o empate no segundo tempo. O jogo foi para o chamado "tempo extra" e o Pachuca fez mais dois.

O Al Ahly saiu na frente com o gol contra do zagueiro Fausto Pinto, aos 28', após contra-ataque. O time do Egito ampliou ainda no primeiro tempo, com gol do angolano Flávio, aos 44', depois do cruzamento da direita.

No começo da segunda etapa o Pachuca diminuiu com gol de falta de Luis Montes aos 46'. O atacante havia acabado de entrar e cobrou falta na área, ninguém encostou na bola e ela foi para o funfo do gol de Amir Abdelhamid.

O empate veio aos 72' com outro gol de falta, dessa vez foi o argentino Christian Giménez que marcou com um forte chute e com a ajuda do goleiro Amir que estava mal colocado.

Com o resultado de 2 a 2 a partida foi para a prorrogação. Aos 97' o time mexicano roubou a bola no meio de campo e depois de um bate rebate o argentino Damián Álvarez colocou o Pachuca na frente.

O Pachuca ainda marcou o quarto gol, aos 109' num chute de esuqerda de Christian Giménez no ângulo, depois de um belo passe de outro arentino, o camisa 9 Bruno Marioni ex-Boca Juniors.


"O resultado na primeira parte me parecia injusto. Dominamos mas perdíamos. A melhor parte é que nunca perdemos a confiança na vitória", diz o técnico do Pachuca, Enrique Meza (Pachuca).

O Pachuca enfrenta agora a LDU do Equador na quarta-feira, dia 17/12 às 8h30.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

O Brasileirão chegou ao fim

O São Paulo levou o título mais uma vez, a sexta, terceira consecutiva, algo inédito na competição. Pela primeira vez na fase de pontos corridos a equipe que venceu o primeiro turno não levou o campeonato.

O Grêmio que ficou mais tempo na liderança, foram 17 rodadas, quase que um turno, acabou na segunda posição. O Cruzeiro venceu a rebaixada Portuguesa no Mineirão por 3 a 1 , passou o Palmeiras e terminou em terceiro. O time do Parque Antarctica perdeu em casa para o Botafogo e ficou em quarto, garantindo vaga na Libertadores 2009.

O Flamengo decepcionou e foi goleado pelo Atlético PR, com a derrota a equipe ficou fora da Libertadores, mas com vaga garantida na Sul-Americana, que também terá Internacional, Botafogo, Goiás, Coritiba, Vitória, Atlético MG, Atlético PR e Fluminense.

Santos e Náutico empataram na Vila Belmiro e não conseguiram vaga na competição sul-americana, porém também não foram rebaixados.

Figueirense, Vasco, Portuguesa e Ipatinga disputam a Série B ano que vem. Os dois últimos aliás subiram ano passado e retornam à segunda divisão. Verdade que nem a Lusa e nem o Figueirense mereciam cair.

Alguns dados.

Melhor ataque
Flamengo - 67 gols
Melhor defesa
Grêmio - 35 gols
Mais vitórias
São Paulo, Grêmio e Cruzeiro - 21
Mais empates
São Paulo, Atlético MG, Fluminense e Santos - 12
Menos derrotas
São Paulo – 5

A CBF premiou os melhores jogadores da competição com o Craque do Brasileirão.

Goleiro
Vitor (Grêmio)
Lateral Direito
Léo Moura (Flamengo)
Lateral Esquerdo
Juan(Flamengo)
Zagueiros
Miranda(São Paulo)
Thiago Silva(Fluminense)
Volantes
Ramires(Cruzeiro)
Hernanes(São Paulo)
Meias
Diego Souza(Palmeiras)
Alex(Internacional)
Atacantes
Kléber Pereira(Santos)
Alex Mineiro(Palmeiras)

A seguir os vencedores da Bola de Prata Placar

Goleiro
Rogério Ceni(São Paulo)
Lateral Direito
Vitor (Goiás)
Lateral Esquerdo
Juan(Flamengo)
Zagueiros
Miranda(São Paulo)
André Dias(São Paulo)
Volantes
Ramires(Cruzeiro)
Hernanes(São Paulo)
Meias
Tcheco(Grêmio)
Wagner(Cruzeiro)
Atacantes
Borges(São Paulo)
Nilmar(Internacional)

O Bola de ouro foi Rogério Ceni.

Minha Seleção

Goleiro
Vitor(Grêmio)
Lateral Direito
Vitor (Goiás)
Lateral Esquerdo
Juan(Flamengo)
Zagueiros
Miranda(São Paulo)
Thiago Silva(Fluminense)
Volantes
Ramires(Cruzeiro)
Hernanes(São Paulo)
Meias
Alex(Internacional)
Edno(Portuguesa)
Atacantes
Keirrison(Coritiba)
Kléber Pereira(Santos)

domingo, 30 de novembro de 2008

Copa Mustang - Campeonato Colombiano


Hoje acontece a terceira rodada do grupo A no quadrangular da Copa Mustang. O líder Medelín visita o quarto colocado Equidad. O Tolima, que foi o melhor na primeira fase e ocupa a segunda posição no quadrangular joga contra o time de León Darío Muñoz, o Nacional, que não perde em casa desde o dia 27 de setembro, quando perdeu por 1 a 0 do Pereira. O Nacional que nas últimas três edições, venceu duas.

Depois de 18 jogos onde todos jogam contra todos, as oito melhores equipes se classificaram para a fase de grupos. No grupo A se classificaram Tolima, Nacional, Medellín e Equidad, respectivamente 1º, 3º, 5º e 7°. No grupo B os classificados foram Junior, América, Pereira e Deportivo Cali., 2º, 4º, 6º e 8º.

O campeão do Apertura 2008 e já garantido na próxima Libertadores, Chicó F.C. decepcionou e ficou apenas na décima quarta colocação. Assim como o campeão da Copa Libertadores de 2004, Once Caldas, que terminou em décimo. Depois de fazer boa campanha na Libertadores, o Cúcuta, campeão do Clausura 2006, foi o último colocado no Clausura deste ano.

Ontem pelo grupo B o Deportivo Cali venceu o Pereira por 3 a 0, com gols de Danny Aguilar e do artilheiro da liga, Freddy Monteiro (2). Com o resultado a equipe de Cali conquistou a primeira vitória neste quadrangular e pulou para terceiro com 4 pontos. O Pereira caiu para quarto com três pontos.

No outro jogo do grupo, o duelo entre os lideres acabou empatado, 1 a 1. Haidar Palácio abriu o placar de pênalti para o Junior aos 20’. Mas aos 68’ Paulo Arango empatou a partida para o América com um belo chute de direita. Com o resultado o América lidera com 5 pontos, o Junior ficou com 4 e é segundo. Os dois times voltam a se enfrentar na quinta-feira, pela quarta rodada.

Os vencedores de cada grupo jogam as finais, quem ganhar além de levar a taça, conquista uma vaga na Libertadores do ano que vem.

Artilheiros

1 Montero Muñoz Freddy Henkyer 16 (Deportivo Cali)
2 Rodríguez Suárez Milton Fabian 11 (Millonarios)
3 Gutiérrez Roncancio Teófilo Antonio 10 (Junior)
4 Quintero Villalba Carlos Darwin 10 (Pereira)

Fotos do site www.golgolgol.com
Imagem da liga no site dimayor.com

Hoje é dia do Desafio das Estrelas de kart em Florianópolis

Pela primeira vez acompanhei o chamado Desafio das Estrelas de kart. Esta é a 4ª edição da corrida que reuni em Florianópolis os melhores nomes do automobilismo brasileiro, como Felipe Massa, Tony Kanaan e Barrichello. Como nos últimos anos o evento conta com a presença do heptacampeão mundial de F-1 Michael Schumacher.

O piloto da Ferrari Felipe Massa é o maior incentivador do evento que tem como objetivo unir o esporte a uma grande ação social cuja renda arrecadada, com a venda de ingressos, é inteiramente revertida para instituições de caridade. Alguns pilotos fizeram doações para as vítimas dos acidentes em Santa Catarina.

Quatro vezes campeão da Nascar, em 1995, 1997, 1998 e 2001, o americano de 38 anos voltou a andar de kart, o que não fazia desde a infância. Alexandre Barros da Motovelocidade e Ricardo Maurício da Stock Car também participam do desafio.

Na primeira bateria no Kartódromo dos Ingleses o brasileiro Rubens Barrichello venceu com Lucas di Grassi em segundo, Thiago Camilo foi o terceiro e Schumacher foi o quarto.
Massa largou em 12º e terminou em quinto.

Às 14h os pilotos voltam à pista para a disputa da segunda bateria. As posições dos oito primeiros colocados se invertem, ou seja, o primeiro colocado Barrichello larga em oitavo, o segundo Lucas di Grassi em sétimo e assim por diante até o primeiro.

Vale à pena conferir, pois é uma corrida muito dinâmica com alternância de posições, batidas, toques entre os carros, ultrapassagens e sem prognósticos.

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

IBRAMANIA

Vejam esse magnífico gol do sueco Ibrahimovic.

A verdade é que diferente de muitos que conheço, não sou fã do futebol de Ibra. Mas é absolutamente impossível não se render a essa grande jogada na época em que o atacante atualmente na Inter de Milão jogava pelo Ajax da Holanda.

Um prato cheio para aqueles que são apaixonados por futebol.


A emoção do título na última rodada era só ilusão

Cinco clubes brigavam pelo título do Brasileirão 2008 na 29ª rodada.

Naquela altura, Grêmio, Palmeiras, Cruzeiro, São Paulo e Flamengo. A diferença entre o primeiro e o quinto colocado era de 7 pontos.

Hoje apenas dois clubes podem conquistar o título.

Isso porque os confrontos de cada equipe candidata a levar o caneco fez a diferença, o Tricolor gaúcho, o Verdão, a Raposa e o Mengo se enfrentaram e se "mataram", deixando assim o caminho livre para o São Paulo colocar a duas rodadas do fim as mãos e os pés na taça.

O time do Morumbi que na vigésima rodada estava 11 pontos atrás do líder Grêmio tirou a diferença jogo a jogo, a cada tropeço dos adversários e vitórias dentro e fora de casa.

Se dizem que a competição está nivelada por baixo, ela é também uma das mais empolgantes que já teve.

Sorte e acima de tudo competência da diretoria, da comissão técnica e dos jogadores do tricolor.

O Muricy, por exemplo, que muitos apelidaram de Murivice, chega pela quarta vez consecutiva com o seu time entre os dois melhores do país. Vice com o Inter em 2005 e quem sabe Tri-campeão com o São Paulo.

A confiança da torcida é tanta (com toda razão) que até criaram esta imagem que vemos abaixo.

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Definidos os semifinalistas no Chile

Foram definidos neste fim de semana os times classificados para a semifinal do torneio Clausura da Primera Division 2008. Cobreloa, Palestino Santiago, Rangers Talca e Colo-Colo continuam na luta pelo título.

O Cobreloa passou pela melhor equipe do campeonato até então a Universidad de Chile. Após vencer a primeira partida em casa por 3 a 0, com gols de R. Mannara aos 30', R. Cornejo aos 55’ e D. Gonzalez aos 76’, podia perder por até dois gols de diferença que se classificaria. Com a derrota de ontem por 3 a 2, a equipe garantiu a vaga na semifinal, contra o atual campeão Colo-Colo. Os gols da partida foram de W. Montillo 15’ e M. Salas 34’ e 55’ para la U (Univ. de Chile) e D. Gonzalez 16’ e R. Mannara 46’ para o Cobreloa.

O adversário do Cobreloa é o atual campeão da competição, que com uma goleada de 4 a 2 em cima do CD Huachipato garantiu a vaga. O primeiro confronto foi 1 a 1, gols de L. Barrios para o Colo-Colo e G. Garcia para o CD Huachipato. Jogando em casa, no Estádio Monumental o Colo-Colo foi pra cima dos visitantes e logo aos 13’ D. Gazale marcou. Depois de perder três chances de ampliar o placar veio o castigo, e como diz o velho ditado "los goles que no hacen en un arco, se marcan en otro", aos 41’ Nelson Rebolledo fez o gol de empate, que levaria a disputa para a prorrogação. No começo do segundo tempo Lucas Barrios fez dois aos 54’ e 67’ para deixar o Colo-Colo em vantagem. César Cortes diminuiu aos 80’, mas Luis Pedro Figueroa decretou a classificação aos 88’. A equipe do técnico Marcelo Barticciotto chega pela quinta vez seguida entre os quatro melhores do país.

Sobre o próximo jogo, o artilheiro Lucas Barrios disse, “para ser campeón hay que ganarle a cualquiera”.

No outro jogo da semifinal se enfrentam Palestino Santiago e Rangers Talca, que eliminaram O'Higgins e Universidad Católica.

Pela primeira vez os ‘árabes’ do Palestino chegam a semifinal depois de vencer o O'Higgins por 2 a 1, após um empate em 2 a 2 no jogo de ida. O primeiro gol saiu somente aos 43’ com o autogol de Cristóbal González. Aos 63’ Victor Aquino chutou de fora da área e ampliou para 2 a 0. O O'Higgins descontou somente aos 90’ com o gol de pênalti do brasileiro Ailton da Silva, o mesmo que passou pelo Corinthians ano passado.

Com dois empates o Rangers eliminou a Universidad Católica do Clausura. No jogo de ida em Santiago La Católica estece duas vezes atrás no placar e conseguiu virar, mas cedeu o empate aos 87’. Na partida de ontem o Rangers abriu o marcador aos 56’ com gol de Álvaro Sarabia que tinha acabado de entrar. O zagueiro Rodrigo Barra ainda perdeu um pênalti para o Rangers, ao chutar a bola na trave. Marco González ainda empatou a partida aos 88’, mas não foi suficiente para La Católica passar.

Artilheiro

Gastón Cellerino (Racing) 16
Néstor Bareiro (O'Higgins) 16
Lucas Barrios (Colo-Colo) 14
Julio Gutiérrez (U.Católica) 12
Gustavo Canales (La Serena) 10
Leonardo Monje (Huachipato)10

Imagens do site http://www.anfp.cl/
Imagem Gastón Cellerino do site www.racing.cl

sábado, 22 de novembro de 2008

Qual argentino vai levantar a taça?

Qual argentino vai levantar a taça?

Uma final com dois maestros argentinos em campo, dois jogadores que possuem um estilo de jogo que está em falta no futebol brasileiro, justo o país que teve grandes craques como Zico, Rivelino e Sócrates. Esse tipo habilidoso e criativo sobra na terra dos hermanos, como o meia do Boca, Roman Riquelme.

O organizador, o pensador, de toque de bola refinado, isto é Andres D´Alessandro e Juan Verón, jogadores que defenderam a seleção Argentina e tem a missão de levar seus respectivos times ao inédito título de campeão da copa Sul-Americana.

O primeiro defende o Inter de Porto Alegre, após aparecer muito bem no River Plate e ter passagens apagadas pelo Wolfsburg da Alemanha e Zaragoza da Espanha. O meia estava no San Lorenzo e vem jogando bem com a camisa colorada, tendo feito inclusive dois dos quatro gols contra o Chivas, na vitória de quarta-feira.

Já o camisa 11 do Estudiantes de La Plata rodou por grandes clubes europeus. Após se destacar pelo Estudiantes ele se transferiu para o Boca e depois para Sampdoria, Parma, Lázio, Manchester United, Chelsea e Inter de Milão. Voltou em 2006 e é peça fundamental na equipe que disputou a Libertadores deste ano e foi eliminada pela campeã LDU.

Sem chances de ser campeão e de brigar por vaga na Libertadores o time do técnico Tite prioriza a competição sul-americana e deve jogar com a equipe reserva mais uma vez no fim de semana. A intenção é ter Nilmar, Alex, Marcão, Magrão e Guiñazu em perfeitas condições para o primeiro jogo.

Foi o que fez o Estudiantes na última rodada do Apertura, poupou os principais atletas contra o Argentinos Juniors e perdeu por 5 a 0. Porém na quinta-feira voltou a enfrentar o Argentinos e desta vez venceu e garantiu a classificação para a final, com gol do veterano Calderón que pode ser bi-campeão, ele ganhou o torneio na temporada passada pelo Arsenal de Sarandí.

Além de Verón e Calderón, outro jogador do clube de La Plata que é conhecido do público brasileiro é o zagueiro Leandro Desábato, que foi preso em São Paulo, quando jogava pelo Quilmes, em episódio com o atacante Grafite, atualmente no Wolfsburg. Outro conhecido é o técnico Astrada, que no fim da carreira jogou pelo Grêmio, rival do Inter.

A primeira partida será na Argentina, dia 26 de Novembro, e a decisão será dia 03 de Dezembro Beira-Rio, em Porto Alegre.


No Vídeo abaixo podemos conferir algumas jogadas geniais de meias como Verón, Riquelme e D´Alessandro.

Páginas do trabalho da faculdade


As matérias são de Patricia Matos, Thais Freitas, Renato Fernandes, Prisicila Sampaio e Eduardo Lucizano.
Faltou somente a matéria da Daiane Brito para completar.
A diagramação é de Eduardo Lucizano.
As fotos são para divulgação.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Al Ahly Hexacampeão

Com a vitória por 2 a 0 no Cairo, o Al Ahly foi a Camarões enfrentar o Cotonsport com uma boa vantagem. O primeiro gol da partida saiu somente aos 38 minutos, Ahmed Hassan marcou. O empate veio depois de sete minutos, Karim Abdoul fez aos 47. No começo da segunda etapa Baba Ousmaila fez o gol da virada para o Cotonsport, aos 18 minutos. Mas aos 45 do segundo tempo Shady Mohamed fez de pênalti o gol de empate e do título.

A Campanha

O campeão Al Ahly terminou a fase de grupos na liderança com 3 vitórias e 3 empates. Tudo começou com a vitória por 2 a 1 sobre o rival Zamalek. Depois veio o empate sem gols com o ASEC Mimosas da Costa do Marfim.Contra o Dynamos do Zimbábue mais uma vitória por 2 a 1. Na volta o Al Ahly venceu o Dynamos mais uma vez, por 1 a 0 e empatou com Zamalek e ASEC Mimosas, pelo placar de 2 a 2.

Nas semifinais a equipe egípcia passou pelo Enyimba da Nigéria ao empatar em Aba, por 0 a 0 e vencer no Cairo por 1 a 0, com gol de Flávio. Nas finais foi a vez do Cotonsport conhecer a força da equipe dos faraós.

Essa foi a sexta vez que o Al Ahly venceu a Liga dos Campeões da África, as outras conquistas foram em 1982, 1987, 2001, 2005 e 2006.

Em 1982 a vítima foi o Asante Kotoko de Gana, 3 a 0 e 1 a 1.

Já em 1987 o clube derrotou o Al-Hilal da Arábia Saudita, com um 0 a 0 e um 2 a 0.

No título de 2001 os vermelhos derrotaram o Mamelodi Sundowns da África do Sul, ao empatar em 1 a 1 e depois vencer por 3 a 0.

No bi-campeonato de 2005/2006 os tunisianos do Etoile du Sahel e do CS Sfaxien caíram diante dos maiores vencedores do principal torneio de clubes da África.

O fato curioso é que em todos os seus seis títulos o Al Ahly empatou um e venceu o outro jogo da final, sendo que das 6 vitórias conquistadas, três delas foram pelo placar de 3 a 0.

A equipe é a última a se classificar para o Mundial de Clubes da FIFA 2008. Em 2006 o Al Ahly disputou a competição e foi eliminado pelo campeão Internacional.

Todos os Campeões

1964 Oryx Douala

1965 Não houve

1966 Stade (Abidjan)

1967 Tout Puissant Englebert

1968 Tout Puissant Englebert

1969 Ismaili

1970 Asante Kotoko

1971 Canon Yaoundé

1972 Hafia (Conakry)

1973 AS Vita Club

1974 CARA Brazzaville

1975 Hafia (Conakry)

1976 MC Algiers

1977 Hafia (Conakry)

1978 Canon Yaoundé

1979 Union Douala

1980 Canon Yaoundé

1981 Jeunesse Electronique Tizi-Ouzou

1982 Al-Ahly (Cairo)

1983 Asante Kotoko

1984 Zamalek

1985 Forces Armées Royal Rabat

1986 Zamalek

1987 Al-Ahly (Cairo)

1988 Entente Plasticiens Sétif

1989 Raja CA Casablanca

1990 Jeunesse Sportive Kabylie

1991 Club Africain

1992 Wydad AC Casablanca

1993 Zamalek

1994 Espérance Tunis

1995 Orlando Pirates

1996 Zamalek

1997 Raja CA Casablanca

1998 ASEC (Abidjan)

1999 Raja CA Casablanca

2000 Hearts of Oak

2001 Al-Ahly (Cairo)

2002 Zamalek

2003 Enyimba (Aba)

2004 Enyimba (Aba)

2005 Al-Ahly (Cairo)

2006 Al-Ahly (Cairo)

2007 Etoile du Sahel

2008 Al-Ahly (Cairo)

As imagens são do site http://championsleague.mtnfootball.com/live/index.php

sábado, 15 de novembro de 2008

Liga dos Campões da Ásia

Incontestável, essa é a palavra que define a conquista do Gamba Osaka do Japão. A equipe venceu o Adelaide United da Austrália nos dois jogos e ganhou pela primeira vez em sua história a Liga dos Campeões da Ásia.

O primeiro jogo dia 05/11 em Osaka praticamente garantiu o título, já que os 3 a 0 deram uma boa vantagem para o jogo seguinte. Lucas, Y. Endo e M. Yasuda fizeram os gols. Na quarta-feira em Adelaide, o time dos brasileiros Cássio ex-flamengo e Diego não conseguiu reverter o resultado da partida de ida e perdeu por 2 a 0, os gols foram marcados por Lucas.

Com uma campanha indiscutível – foram 9 vitórias e 3 empates – o time foi derrotando fortes candidatos ao título, como na vitória sobre o compatriota e campeão da temporada passada o Urawa Reds. No total o Gambá fez 27 gols em 12 partidas, uma média de 2,25 gols por partida, além de ter sofrido apenas 11 gols.

O Gambá tem em seu elenco dois atacantes brasileiros que jogaram em grandes clubes do país, Roni, que jogou por Fluminense, Cruzeiro e Atlético MG e Lucas ex- Atlético PR e Corinthians, além do zagueiro Mineiro ex- Internacional.

Fora da disputa pela J-League sete pontos atrás do líder Kashima Antlers o Gambá garantiu vaga no Mundial de Clubes da FIFA, e mesmo com a derrota o Adelaide United também estará na competição.

Todos os campeões

1967 Hapoel Tel-Aviv
1969 Maccabi Tel-Aviv
1970 Taj Club
1971 Maccabi Tel-Aviv
1972 cancelada
1973-85 não foi disputada
1986 Daewoo Royals
1987 Furukawa
1988 Yomiuri
1989 Al-Saad
1990 Liaoning
1991 Esteghlal
1992 Al-Hilal
1993 Paas
1994 Thai Farmers Bank
1995 Thai Farmers Bank
1996 Ilhwa Chunma
1997 Pohang Steelers
1998 Pohang Steelers
1999 Jubilo Iwata
2000 Al-Hilal
2001 Suwon Samsung Bluewings
2002 Suwon Samsung Bluewings
2003 Al-Ain
2004 Al-Ittihad
2005 Al-Ittihad
2006 Chonbuk Hyundai Motors
2007 Urawa Red Diamonds

Fotos retiradas do site http://www.gamba-osaka.net/

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Bundesliga

Após 12 rodadas o Leverkusen lidera a competição empatado em número de pontos com a sensação TSG Hoffenheim, ambos com 25 pontos. Porém a diferença para o quarto colocado Hamburgo é de apenas 2 pontos. A preocupação contudo não é esta, é a recente série de vitórias e jogos sem perder do atual campeão Bayern de Munique.

Na última rodada o Leverkusen empatou fora de casa com o Karlsruher em 3 a 3. A equipe que nos últimos 7 jogos tinha vencido 6, está agora há 5 jogos sem perder. O destaque da equipe é o vice-artilheiro da competição, o atacante Patrick Helmes que tem 9 gols. Ele chegou a 13 gols em 25 jogos no torneio. Helmes já passou por FC Köln (2005-08), Sportfr. Siegen (2000-05), FC Köln (1997-00), Sportfr. Siegen (1992-97), SpVgg Bürbach (1991/92) e TuS Alchen (1989-91).

O caçula TSG Hoffenheim é dono do melhor ataque da liga com 31 gols em 12 partidas. O time vem de uma derrota para o Herta Berlim e tenta a recuperação contra o Wolfsburg no sábado. Para isso conta com o artilheiro do campeonato, o bósnio Ibisevic que tem impressionantes 14 gols em 12 jogos. Ele que chegou ao clube ano passado tem 19 gols em 36 partidas na Bundesliga.

O Bayer vem com uma ótima seqüência, nas últimas seis rodadas da Bundesliga a equipe venceu cinco e empatou uma. Entre as vitórias destaque para a última por 2 a 1 jogando fora de casa com o favoritíssimo Schalke 04, que caiu para a sexta posição. Os gols do Bayern foram marcados por Franck Ribéry e Luca Toni, que marcou seu 4º gol em 8 jogos na Bundesliga deste ano. No total Toni marcou 28 gols em 39 partidas na Liga. Uma boa média de 0,71 gols por jogo.

As decepções são Sttutgart e Werder Bremen que ocupam apenas o décimo e décimo primeiro lugar respectivamente.

O Sttutgart não vence há 3 partidas e apenas empatou com o E. frankfurt na última rodada com gol salvador de Mario Gomez aos 87 minutos. O atacante que foi vice-artilheiro na temporada 2007/2008 fez o seu 6º gol na liga e chegou aos 45 gols marcados na competição.

O Bremen vinha de uma goleada de 5 a 1 no Herta Berlim e apenas empatou sem gols com o Bochum. Apesar de não ter levado gol a equipe possui a pior defesa da Bundesliga com 23 gols tomados.

Outros destaques.

O brasileiro Grafite marcou os 3 gols da sua equipe na vitória do Wolfsburg por 3 a 0 contra o lanterna E. Cottbus.
O Hamburg venceu em casa o rei dos empates B. Dortmund por 2 a 1. O Dortmund tem 6 empates em 12 jogos.
Nenhuma vitória em 6 partidas em casa. essa é a façanha do lanterna E. Cottbus.
A melhor defesa da competição é a do Schalke. Levou 10 gols.

Na Bundesliga da temporada passada o lider Bayer com 28 pontos tinha 2 pontos de vantagem para o segundo colocado Hamburg com 26. A equipe da baviera estava invicta no torneio com 8 vitórias e 4 empates. A diferença de pontos do primeiro para o sexto colocado que hoje é de 5 era de 10.

Imagens dos escudos são do site zerozero.pt
Imagem do Ibisevic retirada do site kicker.de

sábado, 8 de novembro de 2008

Soccer is a little box of surprise

Soccer is a litle box of surprise
A frase acima é de ninguém menos que o rei do futebol, isso mesmo, Pelé adaptou o famoso clichê, “o futebol é uma caixinha de surpresas” ao ser entrevistado por um repórter estrangeiro na época da Copa de 2006. Como soube disso?
No último sábado Vinicius Bacellar e eu participamos de um curso com alguns dos melhores jornalistas esportivos do país. Mauro Beting, André Kfouri, Antero Greco e PVC, nesta ordem, conversaram, trocaram opiniões, contaram histórias e contaram um pouco sobre como é o trabalho deles, meus (futuros?) companheiros de profissão.
Mauro Beting foi o primeiro a se apresentar, e fez um verdadeiro bate-papo com os presentes, falou sobre paixão pelos clubes, sobre seu trabalho na TV, no jornal, nas revistas e sobre seu blog http://www.lancenet.com.br/blogs_colunistas/mauro/default.asp. Conhecemos ali o outro lado do jornalista que se na TV é extremamente profissional e sério, fora dele é engraçadíssimo. Ele conta que adora camisa de times de futebol e “se pudesse ia trabalhar todo dia com a camisa do meu time”, conta ele, palmeirense roxo. Porém ele dá um jeito de usar sua roupa favorita. “Como não posso usar no trabalho, eu uso pra dormir, ir a festas...”.
Enquanto conversávamos sobre o campeonato brasileiro, sobre jogos e trabalho, assistíamos um jogo histórico entre Boca e Santos, pela Libertadores de 1963.
Quando o tempo acabou, em seguida entrou o jornalista da ESPN e do Lance, André Kfouri, filho de Juca Kfouri. Ele contou um pouco sobre suas histórias que deram certo, como a entrevista com o ex-tenista Guga no Havaí, e recentemente com o nadador César Cielo, na cobertura das Olimpíadas. André disse também que não se vê como comentarista, no momento. “Existem três tipos de comentaristas, o ex-jogador, o que conhece tática e os jornalistas da velha guarda, não me enquadro em nenhuma”, diz.
Após o intervalo Antero Greco nos aguardava na recepção. Antero que é editor chefe de esportes no Estadão, falou sobre sua carreira, fatos, episódios marcantes com Luxemburgo, Pelé e colegas de profissão. Ele abordou a reportagem, a cobertura, as questões éticas e profissionais do jornalista. Quem assiste Sport Center já conhece as piadas do jornalista, porém suas imitações são simplesmente fantásticas. Trajano, Luxemburgo, Pelé entre outros fazem parte do seu leque.
Por fim, Paulo Vinicius Coelho, o PVC, falou sobre o campeonato brasileiro, a Fórmula 1, sobre suas pesquisas e seu amor pelo futebol, que surgiu na infância e ele não deixa desaparecer. A possibilidade de três equipes chegarem na última rodada do Brasileiro 2008 com chances de ser campeão é única na história da competição, e a última vê que isso ocorreu no país foi há mais de 50 anos, no carioca.
Prevista para acabar às 18h atrasou um pouco, por causa das inúmeras opiniões e conversas. Sabe aquela conversa de bar com os amigos, tomando uma cerveja e falando de futebol?foi exatamente isso com pessoas que sabem muito sobre futebol, mas sem a cerveja.

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

O Jogo dos sete erros

O Jogo dos sete erros

Botafogo e São Paulo fizeram ontem no Engenhão um jogo cheio de erros. O primeiro tempo da partida foi normal e terminou sem ninguém marcar pontos, digo, gols.

1. O segundo tempo começou com uma falha do goleiro Renan, ao tentar sair rápido com a bola e pegar a defesa do tricolor desprevenida, o arqueiro alvinegro jogou a bola nos pés de Jean, que com precisão encobriu Renan para abrir o placar.

2. O Botafogo foi pra cima do São Paulo e após chute de fora da área Rogério Ceni deu rebote e Miranda cochilou com a bola, Wellington Paulista aproveitou e deixou tudo igual.

3. Após o empate o Fogão continuou pressionando, mas depois de um ataque mal sucedido, Leandro Guerreiro jogou a bola na fogueira para Diguinho...

4. ...o meia não dominou e Dagoberto puxou contra-ataque, passou para Hernanes que driblou a defesa e chutou de esquerda. 2 a 1 São Paulo.

5. Foi ai que o bandeira resolveu aparecer. Alguns minutos depois de levar o gol o time carioca conseguiu o empate, com Lucas. Porém o bandeira viu impedimento de Wellington Paulista, que não participou do lance e anulou o gol legítimo.

6. O árbitro pra completar a lambança anulou o gol. Será que eles não conversaram? Ou o juiz não viu a jogada? Afinal, do ângulo que estava dificilmente não viu o que aconteceu.

7. E por fim, o presidente do Botafogo, Bebeto de Freitas ameaçou uma invasão de campo e reclamou (com razão) com o quarto árbitro. Felizmente ele teve cabeça no lugar e voltou ao seu lugar, sem causar mais confusões.

A brincadeira, ou melhor, a partida terminou 2 a 1, e o São Paulo divide a liderança com o Grêmio, enquanto o Botafogo fica praticamente fora da luta por uma vaga na Libertadores.

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

A Volta

Por Vinicius Bacelar

A Volta

Um ano inteiro de zoação
Meus adversários me olhavam rindo
mas depois de dias de aflição
eu voltei.

Tudo na minha vida se modificou,
não via mais jogos aos domingos,
aos sábados e terças
ia ao Pacaembu com os amigos,
mas voltei.

EU VOLTEI
AGORA PRA FICAR
PORQUE O CORINTHIANS
É TIME DE SÉRIE A.


Fui acompanhando o time devagar
com um bando de louco, que não pára de gritar
o time engrenou e não decepcionou
e voltei...

A semana inteira ficava esperando ansiosamente
Com a certeza de que um novo show ia começar
As loucuras e sacrifícios teriam que compensar
e...acertei....

Os estádios que de longe vivenciei
as amarguras de uma segunda divisão
já fazem parte de um passado de lamentação
e de forma antecipada
eu voltei....


Depois do objetivo alcançado
a torcida recebeu o time de braços abertos
e eu que estive sempre por perto
chorei...

Depois da emoção da festa final
voltamos a nossa vida real,
Cuidem-se, pois afinal
EU VOLTEI

EU VOLTEI
AGORA PRA FICAR...

Mais uma obra do Vinicius, que sempre terá seu espaço aqui no blog. Aliás estou até pensando em mudar o nome do blog, para blog do Bacelar.
Outra vez, Obrigado Vinicius.

Explicações

Sábado e Domingo este blogueiro não esteve presente para falar sobre a volta do Corinthians. Nem sobre a derrota do Palmeiras, ou sobre os resultados dos campeonatos europeus, sul americanos ou da J-League.

Até porque ficar 5 horas na estrada e chegar em casa às 22h me dá o direito de nem ligar o PC. Aliás nem votar eu pude, e até alguns momentos nem sabia que o Kassab tinha sido reeleito, ou seria eleito, já que ele era vice do Serra.

Pra não dizer que no fim de semana não vi nada de esportes, fora o jogo do Palmeiras, Corinthians e Juventus, assisti um campeonato de surf em Ubatuba. Bem legal, mesmo não entendendo nada das manobras.

Resumindo, foi um descanso merecido ao lado da minha namorada.

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Liga dos Campeões da Ásia

foto do site www.qadsia.com

Como prometido.

A Liga dos Campeões da Ásia já tem definido os seus finalistas e o seu representante no Mundial de Clubes da Fifa.

No duelo japonês Gamba Osaka e Urawa Reds empataram o primeiro jogo em 1 a1. No jogo de volta o Gamba Osaka sexto colocado na J-League venceu por 3 a1 e chega para fazer a sua primeira final da Liga. O Urawa Reds perdeu a chance de lutar pelo bicampeonato.

A outra semifinal teve o confronto entre Adelaide United da Austrália e Bunyodkor do Uzbequistão.
Na partida de ida na Austrália o Adelaide venceu bem por 3 a 0 e levou uma boa vantagem para a partida de volta. O time do pentacampeão Rivaldo e do técnico Zico ganhou por 1 a 0 no estádio MHSK Stadium, com gol de Anvar Soliev aos 33 minutos, apóes entrar na área pela direita e chutar cruzado.

Mesmo com a vitória o Bunyodkor foi eliminado da Liga.

Com a vaga na final o Adelaide está garantido no Mundial, isso por que como sede do torneio o Japão tem uma vaga garantida, e se o Gamba Osaka vencer ele será o representante do país. Nesse caso Gamba Osaka e Adelaide iriam para o Mundial. Caso o Adelaide ganhe, o representante japonês será o campeão da J-League, liderada até aqui pelo Kashima Antlers.

Veja como está a tabela da J-League aqui
http://blogdolucizano.blogspot.com/2008/10/j-league.html

Todos os Campeões

1967 Hapoel Tel-Aviv
1969 Maccabi Tel-Aviv
1970 Taj Club
1971 Maccabi Tel-Aviv
1972 Cancelada
1973-85 Não teve
1986 Daewoo Royals
1987 Furukawa
1988 Yomiuri
1989 Al-Saad
1990 Liaoning
1991 Esteghlal (Novo nome Taj Club)
1992 Al-Hilal (Riyadh)
1993 Paas
1994 Thai Farmers Bank
1995 Thai Farmers Bank
1996 Ilhwa Chunma
1997 Pohang Steelers
1998 Pohang Steelers
1999 Jubilo Iwata
2000 Al-Hilal (Riyadh)
2001 Suwon Samsung Bluewings
2002 Suwon Samsung Bluewings
2003 Al-Ain
2004 Al-Ittihad (Jeddah)
2005 Al-Ittihad (Jeddah)
2006 Chonbuk Hyundai Motors
2007 Urawa Red Diamonds

*Foto do site www.lancenet.com.br(crédito reuters)

A magia e os dias

Por

Vinicius Bacelar

A magia e os dias

Ontem foi o dia
o rei da magia
completou mais um ano.
Roberto Dias,
aquele que o marcou melhor,
hoje só vê anjos ao redor.
Mané, Didi, Vavá...são tantos
não tem como se sentir só.
Talvez, quem se sinta solitário
seja o Deus do futebol
pois acabou o santuário
apagou-se o sol
hoje só sobram relicários
de um esporte que já mágico
e hoje é controlado por milionários.
Dribles e gols?
Só na memória dos nostalgicos...

Vinicius Bacelar é estudante de jornalismo, fã de Juca Kfouri, tendo inclusive um de seus textos publicado no blog do Juca, é torcedor do Corinthians e acha que o campeonato inglês é o melhor do mundo.

Imagem retirada do site http://renatoartes.files.wordpress.com

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Definidos os finalista da Liga dos Campeões da África

Foto retirada do site zerozero.pt

Após o empate sem gols na Nigéria, o Al Ahly venceu o Enyimba por 1 a 0 na Cidade do Cairo, no Egito e estará mais uma vez na final da Liga. O gol da classificação foi marcado pelo angolano Flávio, aos 26 minutos do primeiro tempo. O centenário time do técnico Manuel José chega para tentar seu sexto título da Liga, a equipe venceu em 1982, 1987, 2001, 2005 e 2006.

Na outra semifinal, o Coton Sport de Camarões venceu os dois jogos contra o Dynamos, do Zimbábue, que havia eliminado o atual campeão, Etoile du Sahel, da Tunísia. No primeiro jogo em Harare, no Zimbábue, o Coton Sport venceu por 1 a 0, com gol do camisa 9 Kamilou Daouda. Na segunda partida o atual hexacampeão camaronês venceu por goleada em Garoua. O zagueiro Kana Ndzana abriu o placar no primeiro minuto de jogo, Zoua Daogari fez o segundo aos 51 minutos, Baba Ousmaila aos 77' ampliou e Kamilou Daouda fechou o placar, final 4 a 0 para o classificado Coton Sport.

Quem vencer a final irá disputar o mundial de clubes da Fifa, em dezembro no Japão.








Fotos retiradas do site championsleague.mtnfootball.com

J-League

Faltam apenas 5 jogos para o fim da J-League 2008.

O Kashima Antlers lidera com 53 pontos, dois a mais que os segundo colocado Nagoya e o terceiro Oita Trinita, que tem 51.

A curiosidade é que em 29 rodadas somente três equipes lideraram a competição. Kashima, Nagoya e Urawa Reds. Quem mais liderou é o Kashima, 13 rodadas. O Nagoya liderou por 10 rodadas, enquanto o Urawa foi líder por 6.

O atual campeão Kashima Antlers do técnico brasileiro Osvaldo de Oliveira está há 8 jogos sem perder, possui o melhor ataque da competição com 51 gols ao lado do Kawasaki Frontale e é a equipe que menos perdeu, 6 vezes em 29 partidas.

O vice-líder Nagoya está há 4 jogos sem vencer e têm a melhor defesa da J-League com 22 gols sofridos. O time vem mal na reta final e pode ficar fora da disputa pelo título se não voltar a somar pontos.

O terceiro lugar é do Oita Trinita que teve uma das melhores seqüências da liga, ao ficar 13 jogos sem perder, foram 9 vitórias. A equipe tem a melhor defesa, levou 22 gols.

Último lugar com apenas 17 pontos, o Consadole Sapporo segue com uma campanha vexatória. A equipe não vence há 13 rodadas e vem de 6 derrotas seguidas, até aqui foram 20 derrotas, a defesa é a pior do torneio, levou 60 gols, uma média de mais de 2 por partida. Sorte do Kawasaki Frontale, que está em quarto lugar e é o próximo adversário do lanterna.

Artilheiros

1. Marquinhos Kashima Antlers 21
2. Davi Consadole Sapporo 12
3. S. Akamine FC Tokyo 11
4. Alessandro Albirex Niigata 11
5. Bare Gamba Osaka 11
6. C. Tese Kawasaki Frontale 11

Classificação

Time*Pontos*Vitórias*Empates*Derrotas*Gols Próprios*Gols Contra

1. Kashima Antlers *53 *15 *8 *6 *51 *27
2. Nagoya Grampus *51 *15* 6* 8* 41* 30
3. Oita Trinita *51 *15* 6* 8* 31* 22
4. Kawasaki Frontale* 48* 14 6 9 *51* 39
5. Urawa RD* 47* 13* 8* 8 *45 *32
6. Gamba Osaka* 47* 13* 8* 8* 41* 36
7. FC Tokyo* 45* 13* 6* 10* 40* 38
8. Shimizu S Pulse* 43* 12* 7* 10* 39* 36
9. Vissel Kobe*40 *10* 10* 9 *35* 31
10. Kashiwa Reysol*39 *11* 6* 12* 40* 36
11. Albirex Niigata* 37* 10* 7* 12* 27* 40

12. Yokohama F Marinos* 36* 9* 9* 11* 28* 27
13. Kyoto Sanga* 36* 10* 6* 13* 30* 38
14. Tokyo Verdy* 35 *10 *5 *14 *37 *43
15. JEF United Ichihara* 34 *9* 7 *13* 29* 43

16. Jubilo Iwata* 32 *9 *5 *15* 36* 43
17. Omiya Ardija* 32* 9* 5* 15* 28* 40
18. Consadole Sapporo* 17 *4 *5 *20 *32 *60

Próxima rodada

Kawasaki Frontale 26/10 Consadole Sapporo
Omiya Ardija 26/10 JEF United
Vissel Kobe 25/10 Oita Trinita
Kyoto Sanga 25/10 Tokyo Verdy
Nagoya 25/10 Júbilo Iwata
Shimizu 25/10 Gamba Osaka
Niigata 25/10 Urawa Reds
FC Tokyo 25/10 Kashima Antlers
Kashiwa 25/10 Yokohama Marinos

Fotos do site http://www.j-league.or.jp/eng/

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Fotos de São Paulo





Exposição Machado de Assis

Este ano celebra-se o centenário da morte do cronista, poeta e dramaturgo Joaquim Maria Machado de Assis, que nasceu em 21 de junho de 1839, no Rio de Janeiro.


A mostra Machado de Assis: mas este capítulo não é sério no Museu da Língua Portuguesa traz documentos, fotos, livros e opções do público interagir com as obras, nos corredores escuros e salas de exposição existem botões nas paredes e alto-falantes, ao apertar o botão uma voz quase num sussurro cita frases dos livros de Machado.

Nas paredes, no chão e ao longo dos corredores escritos das obras e indicações dos capitulos atraem a atenção do leitor. Em uma sala circular com uma pequena mesa ao centro o leitor defronta-se com o esporte preferido de Machado, o Xadrez.

Ao entrar o visitante recebe um pequeno livreto de 47 páginas sobre a exposição, com imagens, textos e citações. Como diz no próprio livreto, ele "está aqui para ajudar a atravessar a exposição". Na verdade é mais que isso, é uma minuciosa explicação de cada ambiente.

Trata-se de somente um andar, de forma circular, o que considero um espaço bem pequeno para falar sobre o autor.

Fiquei na verdade mais tempo na fila do que na exposição, que achei que seria bem melhor. A explicação da fila? Era sábado, dia que a entrada é gratuita, até por isso havia excursões de vários locais do país, como Minas Gerais, Rio de Janeiro e Ceará, pelo que pude notar.

Local: Museu da Língua Portuguesa
Preço(s): R$ 4,00 e grátis aos sábados.
Data(s): Até 1º de março de 2009.
Horário(s): Terça a domingo, 10h às 18h.

domingo, 19 de outubro de 2008

Dia do maior clássico argentino



Hoje Boca e River se enfrentam pela décima rodada do Apertura 2008. A situação das equipes não é das melhores, afinal a sexta colocação de Boca e a penúltima do River não se enquadram com as histórias desses times.

O River vem de um empate fora de casa com o Gimnasia e joga hoje no Monumental de Nuñes.

O Boca perdeu em casa pra o Estudiantes no dia 04 de Outubro e com a vitória de hoje do San Lorenzo sobre o Atl. San Martin por 1 a 0 está a 11 pontos do lider.

O jogo promete, e uma vitória do Boca não será supresa, já que o River venceu apens uma em seu estádio pelo Apertura, contra o Rosário Central, há dois meses.

Enquanto isso...

O San Lorenzo comemora mais uma vitória e os cinco pontos de vantagem para o segundo colocado Tigre. Até aqui foram 8 vitórias, 1 empate e uma derrota. O próximo jogo da equipe é domingo que vem contra o Racing, fora de casa.







Classificação e Pontos
1San Lorenzo25
2Tigre20
3Newell´s17
4Vélez Sársfield16
5Lanús15
6Boca Juniors14
7Estudiantes14
8Arsenal FC14
9At. San Martín13
10Banfield13
11Independiente13
12Racing Club12
13Colón11
14Godoy Cruz10
15Gimnasia10
16Arg. Juniors10
17Gimnasia J.10
18Huracán9
19River Plate8
20Rosario Central8

Fotos retiradas do site http://www.ole.clarin.com/

Werder x Dortmund

Werder Bremen e Borussia Dortmund fizeram um grande jogo em Bremen. O empate acabou sendo o resultado mais justo, por tudo que ambas equipes fizeram em campo. Mesmo sem gols, o primeiro tempo foi disputado e com chances para os dois times. O que faltou na primeira etapa sobrou na segunda, o Borussia começou na frente com gol de pênalti do suiço Frei. O Werder empatou com gol do capitão Baumann, de cabeça. Alguns minutos depois foi a vez do Dortmund comemorar novamente, com gol de Mats Hummels.


O jogo estava aberto, o Dortmund apostava nos contra-ataques enquanto o time dos brasileiros Diego e Naldo tentavam na base da pressão, com direito a duas bolas na trave. Até que aos 87 minutos o peruano Pizarro aproveitou a bobeada do goleiro Weidenfeller e empatou a partida. O jogo já estava nos acrécsimos quando Pizarro fez o gol da virada, para delírio dos torcedores. Porém, quando trata-se de jogo do Dortmund tudo é possível, e aos 93 minutos o egípcio Zidan (ex-Bremen também) aproveitou a falha do goleiro Tim Wiese e empatou a partida.


O resultado é ruim para as duas equipes que ficam longe dos lideres, mas o jogo foi fantástico. E dizem por aí que o campeonato inglês é melhor.


Outros resultados.


Werder Bremen 3-3 Borussia Dortmund
Hamburg 1-1 Schalke 04
Wolfsburg 4-1 Arminia Bielefeld
Hannover 96 2-5 TSG Hoffenheim
Eintracht Frankfurt 0-2 Leverkusen
Hertha Berlin 2-1 Stuttgart
Karlsruher SC 0-1 Bayern Munich
Bochum 2-2 B.M´gladbach
FC Köln 1-0 E. Cottbus

Classificação

Time PG
1º Hamburgo 17
2º 1899 Hoffenheim 16
3º Bayer Leverkusen 15
4º Hertha 14
5º Wolfsburgo 13
6º Schalke 04 13
7º Stuttgart 13
8º Borussia Dortmund 13
9º Colonia 13
10º Werder Bremen 12
11º Bayern Munich 12
12º Karlsruher 9
13º Hannover 96 8
14º Bochum 7
15º Arminia Bielefeld 6
16º Energie Cottbus 5
17º Borussia Mönchengladbach 4
18º Eintracht Frankfurt 3


Para os fãs da Bundesliga, duas fotos de ex-grandes jogadores. Rudi Völler que é o maior artilheiro do Bremen com 132 gols.















Fotos retiradas do site Bild.de