terça-feira, 23 de junho de 2009

Momento ruim tricolor é motivo de piada

Depois da eliminação da Libertadores 2009, a quarta seguida para clubes brasileiros, a má fase no Brasileiro e a derrota no clássico para o rival Corinthians, os torcedores do São Paulo começam a ver o momento do clube virar piada na boca dos rivais.

Na derrota do último sábado por 3 a 1, a torcida corinthiana gritava "ô, o freguês voltou".

Agora uma imagem que circula na web faz uma sátira da campanha de marketing tricolor.


Não me surpreenderá se aparecer algo a respeito do DVD lançado pelo time do Morumbi intitulado "Soberano".

domingo, 21 de junho de 2009

terça-feira, 9 de junho de 2009

Da série grandes craques....

Nem só de glórias vive seu time de coração. Em alguns momentos temos que aturar e sofrer com alguns jogadores que não poderiam fazer parte nem do time da sua rua.
Eis aqui uma pérola do Corinthians, da equipe de 1996.

Seu nome: Villamayor
Posição: Lateral
País: Paraguai

Maiores Transferências do Futebol

Dados do blog do PVC.

As cifras de Zidane e Kaká estão em euros. A partir de Figo, os valores estão em milhões de dólares:

Zidane (Juventus – Real Madrid) – 71 milhões de euros - 2001
Kaká (Milan – Real Madrid – 65 milhões de euros - 2009
Figo (Barcelona - Real Madrid) - 57,7 milhões - 2000
Crespo (Parma - Lazio) - 54,5 milhões – 2000
Rooney (Everton – Manchester United) – 48 milhões - 2004
Shevchenko (Milan – Chelsea) – 48 milhões - 2006
Rio Ferdinand (Leeds United – Manchester United) – 47 milhões – 2002
Ronaldo (Internazionale – Real Madrid) – 45 milhões – 2002
Nesta (Lazio – Milan) – 45 milhões – 2002
Tevez (Corinthians – Manchester United) – 45 milhões – 2008 (compra integral)
Vieri - (Lazio - Internazionale) - 43 milhões - 1999
Crespo (Lazio – Internazionale) – 42 milhões - 2003
Buffon (Parma – Juventus) – 42,9 milhões – 2001
Beckham – (Manchester United – Real Madrid) – 41,3 milhões - 2003
Mendieta (Valencia – Lazio) – 41 milhões – 2003
Robinho (Real Madrid - Manchester City) - 40 milhões de euros - 2008
Verón (Lazio – Manchester United) – 39,5 milhões – 2001
Ibrahimovic (Juventus – Internazionale) – 39 milhões - 2006
Batistuta (Fiorentina - Roma) - 37 milhões - 2000
Wright-Phillips (Manchester City – Chelsea) – 36,8 milhões - 2005
Anelka (Arsenal - Real Madrid) - 35 milhões - 1999
Overmars (Arsenal – Barcelona) – 35,5 milhões – 2000
Daniel Alves (Sevilla – Chelsea) – 32 milhões - 2007
Denílson - (São Paulo - Betis) 32 milhões - 1998
Gilardino (Parma – Milan) – 32 milhões – 2005
Sergio Ramos (Sevilla – Real Madrid) – 32 milhões - 2005
Thuram (Parma – Juventus) – 35,4 milhões - 2001
Nedved (Lazio – Juventus) – 35,2 milhões - 2001
Carrick – Tottenham – Manchester United – 34,7 milhões - 2007
Henry – Arsenal – Barcelona – 32 milhões de dólares - 2007
Ronaldinho Gaúcho (PSG – Barcelona) – 31 milhões – 2003
Robinho (Santos – Real Madrid) – 30 milhões - 2005
Anelka - (Real Madrid - Paris Saint-Germain) 30 milhões - 2000
Amoroso - (Udinese - Parma) 30 milhões - 1999
Owen – (Real Madrid – Newcastle) – 30 milhões – 2005
Diarra – (Lyon – Real Madrid) – 26 milhões de euros - 2006
Júlio Baptista (Sevilla – Real Madrid) – 25 milhões de dólares - 2005
Samuel (Roma – Real Madrid) – 25 milhões – 2004
Ânderson (Porto - Manchester United) - 25 milhões de euros - 2007
Eto’o (Mallorca – Barcelona) – 24 milhões - 2004
Ronaldo (Barcelona - Internazionale) - 24 milhões - 1997
Rivaldo (La Coruña - Barcelona) 29,5 milhões - 1997
Verón (Parma - Lazio) 29,5 milhões - 1999 –
Obi Mikel (Lyn – Chelsea) – 29 milhões - 2006
Vieri (Atlético de Madrid - Lazio) - 26 milhões - 1998 - 32 milhões
Seedorf (Real Madrid - Internazionale) - 25 milhões - 1999
Montella - (Sampdoria - Roma) - 25 milhões - 1999
Samuel (Roma – Real Madrid) – 25 milhões – 2003
Anelka (Bolton – Chelsea) – 25 milhões – 2008
Lentini (Torino - Milan) - 25 milhões - 1992
Shevchenko - (Dínamo Kiev - Milan) - 22,5 milhões – 1999
Ronaldinho Gaúcho – (Barcelona – Milan) – 22,5 milhões - 2008
Carrick – (Tottenham – Manchester United) – 22 milhões - 2006
Lucas - (Atlético-PR - Rennes) - 21 milhões – 2000
Roberto Baggio (Fiorentina - Juventus - 20 milhões - 1990
Vieira (Arsenal – Juventus) – 20 milhões - 2005
Woodgate (Newcastle – Real Madrid) – 20 milhões - 2004
Gerard - (Valencia - Barcelona) - 20 milhões – 2000
Makaay (La Coruña – Bayern) – 20 milhões - 2003
Dalmat - (Olympique de Marselha - PSG) - 20 milhões - 2000
Luccin - (Olympique de Marselha - PSG) - 20 milhões - 2000
Ânderson - (Barcelona - Lyon) - 20 milhões - 1999

Veja o post no blog do jornalista http://www.espn.com.br/pauloviniciuscoelho/post/54823_OS_JOGADORES_MAIS_CAROS_DA_HISTORIA

Mercado da bola

Espanha

Kaká troca o Milan pelo Real, como já era esperado e noticiado dias atrás. O clube rossoneri deve receber cerca de 65 milhões de euros, (aproximadamente R$ 180 milhões) . Essa é a segunda transferência mais cara da história do futebol.


O brasileiro Juca ex-Internacional deixou o Partizan da sérvia e fechou com o La Coruña.

Itália
O argentino Hernán Crespo, ex- Inter de Milão e maior artilheiro das eliminatórias sul-americanas com 19 gols assinou contrato com o Genoa da Itália. O clube terminou na 5ª colocação do italiano 2008/2009 e conquistou vaga na UEFA Europa League. Com isso a equipe volta a disputar uma competição europeia depois de 17 anos.

Por outro lado, o clube de Milão acertou com dois jogadores do Genoa. O volante brasileiro Thiago Motta e o argentino Diego Milito. Motta começou a carreira no Barcelona e diputou sua primeira temporada pelo clube italiano. Milito foi vice-artilheiro do Calcio com 24 gols, apenas um a menos que Ibrahimovic. Ele retornou esta temporada à série A, após passar três anos no Zaragoza da Espanha.

Campeão do mundo com a Itália, Cannavarro troca o Real pela Juventus. Além do zagueiro, o clube de turim trouxe o brasileiro Diego. O lado triste é a aposentadoria de Nedved.

Outros

Felipão acertou com o Bunyodkor, do Uzbequistão. O contrato do técnico com o clube onde atua o pentacampeão mundial Rivaldo é de 18 meses. Na última temporada outro brasileiro treinou o clube, trata-se de Zico que trocou o Bunyodkor pelo CSKA da Rússia.

Alemanha

Troca de treinadores.
O Hamburgo apresentou Bruno Labbadia ex-Bayer Leverkusen. Ele assume o clube no lugar de Martin Jol que foi para o Ajax, da Holanda.

Para o lugar de Bruno Labbadia, o Leverkusen acertou com Jupp Heynckes por duas temporadas.

O atual campeão Wolfsburg anunciou Armin Veh ex-Stuttgart como novo treinador. Após o título da Bundesliga o comandante Felix Magath, trocou os lobos pelo Schalke 04.

Vale lembrar que o holandês Louis van Gaal, assumiu o comando do Bayer de Munique e treinará o clube na próxima temporada.

O Bayern de Munique aliás, contratou o artilheiro do Stuttgart Mario Gomez. Com 24 gols ele ficou em terceiro lugar na artilharia da Bundesliga.

Certamente o ataque dos bávaros não agradou na última temporada. Outro jogador que chega a Munique é o croata Ivica Olic, ex-Hamburgo.

Sem espaço no Bayern, Lukas Podolski deixou o clube e retornou ao Colônia, clube que o revelou. Podolski marcou 6 gols em 24 jogos na última temporada. Antes de se transferir para Munique ele fez 12 gols em 32 jogos pelo Colônia.

O Bremen vendeu o meia Diego para a Juventus e o capitão Frank Baumann encerrou a carreira. Reforços? Por enquanto só o boliviano Marcelo Moreno, ex-Cruzeiro e Shakhtar Donetsk.

O Leverkusen acertou com o zagueiro Sami Hyypiä, ex-Liverpool.

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Giro pela América do Sul

Argentina

Faltam 3 rodadas para o término do Clausura 2009. Somente quatro equipes continuam com chances de título. Lanús, Vélez, Huracán! e Colón.
O lider Lanús tem um ponto de vantagem sobre o segundo colocado e é o time que mais venceu no torneio, 11 vezes.
O Vélez aparece em segundo e tem a chance de assumir a ponta da tabela já que tem confronto direto com o Lanús, o clube aliás, é dono da melhor defesa, sofreu 12 gols e perdeu apenas uma vez.
O Huracán está apenas um ponto atrás do Vélez, mas tem adversários mais dificeis, como San Lorenzo e o próprio Vélez, nada que faça o melhor ataque da competição perder as esperanças de levantar o caneco.
Com seis pontos de diferença para o primeiro colocado, o Colón terá que torcer muito para ser campeão, além é claro de vencer clubes fortes como Estudiantes e Boca.
O goleador do Clausura é Daniel Montenegro do Independiente, com 12 gols. Mas o sempre perigoso e artilheiro do Lanús, José Sand segue na briga com 10 gols. Mesmo número de Carlos Luna do Tigre e Esteban Fuertes do Colón.

Paraguai

Campeão do Apertura de 2008 e vencedor de seis dos oito últimos campeonatos nacionais o Libertad ainda sonha com o título do Apertura 2009. A diferença para o primeiro colocado é de 4 pontos. Isso porque na última rodada uma derrota por 4 a 0 para o Guaraní fez a diferença saltar e deixar mais distante o título há 5 rodadas do fim. A esperança é o ataque, que marcou incríveis 40 gols em 17 partidas.

O lider é o Cerro Porteño, justamente o clube que venceu os dois campeonatos paraguaios nos últimos oito. O clube levou apenas 6 gols em 17 jogos e venceu 11 partidas. Na próxima rodada o Cerro tem o clássico contra o Olimpia, terceiro colocado e dois pontos atrás do Libertad. No jogo de ida os clubes se enfrentaram e o Olimpia venceu por 2 a 0.

Goleadores:
Pablo Velázquez do Rubio Ñú com 11 gols.
Daniel Ferreira (Brasil) do Luqueño com 10 gols.
Carlos Gutiérrez (Guatemala) do Olimpia com 9 gols.

Uruguai

Defensor e River Plate disputam o título uruguaio de 2009. Os dois maiores clubes do país decepcionam suas torcidas. O Nacional aparece somente na quarta colocação e o Peñarol na sétima.
Na última rodada o lider joga fora de casa, o Defensor enfrenta o Juventud (14º) precisando vencer para ser campeão, ou torcer pela derrota do River Plate que em casa enfrenta o Liverpool(5º).
Os artilheiros do campeonato são Jorge Zambrana do River com 10 gols e Diego Ifrán do Danubio com 8.

Chile

Apertura 2009. Oito equipes estão classificadas para a próxima fase, nesta ordem.
1 U. Española, 2 U. de Chile, 3 Everton, 4 S. Morning, 5 U. Católica, 6 M. Iquique, 7 A. Italiano e 8 O'Higgins.

Fora dos playoffs o Colo-Colo está perto de perder seu principal jogador, o argentino Lucas Barrios. De férias em seu país, ele nem viajou para a pré-temporada do clube e espera propostas do exterior.

Terça-feira passada um dos maiores ídolos do futebol chileno se despediu do futebol. Com o estádio Nacional lotado e a presença de Enzo Francescoli, Ariel Ortega e David Trezeguet, el 'matador' Marcelo Salas fez três gols e deu adeus aos campos. Salas disputou a Copa de 98 e jogou em grandes clubes do futebol mundial, como River Plate, Lázio e Juventus.

Salas que marcou mais de 250 gols na carreira é o goleador máximo da seleção chilena com 37 gols. Além disso é o segundo maior marcador em eliminatórias com 18 gols em 32 jogos, atrás apenas do argentino Crespo que tem 19.
Imagens do site http://www.prensafutbol.cl/

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Hino do Werder Bremen



Para ajudar a cantar:


Was für ein Jahr, wir waren immer voll da.
Und machten Unmögliches wahr.
Wir lebten Fußball mit Herz und Verstand.
Und spielten den Rest an die Wand.

Hebt die Hände hoch, zeigt den Werderschal.
Wir sind Meister und holen den Pokal.

Werder Bremen, lebenslang grünweiß.
Wir gehör'n zusammen, ihr seid cool und wir sind heiß.
Werder Bremen, unser Leben lang.
Denn der neue Deutsche Meister kommt wieder mal vom Weserstrand.

Ganz Bremen ist in grünweißen Bereich
und Deutschland klatscht Werder Applaus.
Im Weserstadion, am Osterdeich
ist Fußball wieder zu Haus.

Hebt die Hände hoch, zeigt den Werderschal,
Wir sind Meister und holen den Pokal.

Werder Bremen, lebenslang grünweiß.
Wir gehörn zusammen, ihr seid cool und wir sind heiss.
Werder Bremen, unser Leben lang.
Denn der neue Deutsche Meister kommt wieder mal vom Weserstrand



terça-feira, 2 de junho de 2009

Troca de técnicos na Europa

É comum ouvirmos que a continuidade do trabalho do treinador faz bem, e a Europa é sempre o exemplo disso. Concordo com a primeira afirmação, mas essa semana já demonstra que grandes clubes europeus estão trocando seus comandantes. Há exceções, como Arsenal, Manchester e vá lá Liverpool.

Mas três grandes clubes trocaram de técnicos. Milan, Chelsea e Real Madrid. O primeiro apresentou o brasileiro Leonardo, que substitui Ancelotti apresentado pelo Chelsea. Já o Real, trocou de presidente também, Florentino Perez foi eleito e anunciou Manuel Pellegrini. Perez comandou o clube merengue entre 2000 e 2006, época dos galáticos Zidane, Ronaldo e Roberto Carlos, contratados por ele. A promessa da vez é Kaká, mas não me surpreenderá se ele contratar mais jogadores sul-americanos, já que Pellegrini dirigia o Villarreal, clube que tradicionalmente conta com um time 'meio' sul-americano, Forlan, Riquelme e Sorín são alguns exemplos.