segunda-feira, 31 de maio de 2010

É triste, mas é verdade

Um zagueiro de uma seleção que nunca venceu uma Copa do Mundo, tirou neste fim de semana o recorde de partidas sem perder por uma seleção, que era até então do brasileiro Garrincha. Carlos Marchena López completou 50 jogos sem perder com La Roja contra a Arábia Saudita, na vitória por 3 a 2 em Innsbruck, na Áustria.

Quem é Marchena?

MARCHENA_2010.jpg_75230063 O zagueiro é reserva da seleção comandada por Vicente del Bosque e entrou no segundo tempo da partida, no lugar de Sérgio Ramos do Rela Madrid. Revelado pelo Sevilla onde jogou de 1997 a 2000, foi negociado com o Benfica e disputou uma temporada do campeonato português antes de retornar ao país natal para jogar pelo Valência em 2001. De lá pra cá o camisa 5 de Los Che disputou mais de 200 partidas e conquistou a braçadeira de capitão.

Na Fúria Marchena joga desde o sub-20. Em 2000 nas Olimpiadas de Sydney ele fazia parte da equipe que ganhou a prata ao lado de Albelda, Angulo, Capdevilla, Xavi e Puyol. Na final a Espanha perdeu para Camarões. Marchena era titular da seleção de Iñaki Sáez e deixava Puyol no banco.

Pela seleção principal Marchena fez sua estreia no dia 21 de agosto de 2002, no empate contra a Hungria, 1 a 1. Passados 56 jogos com a camisa da Fúria, Marchena perdeu apenas uma vez, nas eliminatórias para a Euro 2004, diante da Grécia, que seria campeã da Euro, em Portugal.

Mas a Espanha perdeu recentemente para os americanos na Copa das Confederações, vai lembrar o outro. Perdeu é verdade. Contudo, o defensor não participou da partida. O espanhol pode aumentar a vantagem pois antes da Copa, a Fúria enfrenta a Coreia do Sul.

O Mané

Ele fez 50 jogos pela seleção brasileira, o Anjo das Pernas Tortas como era chamado estreou em 1955 contra o Chile, no empate de 1 a 1. Sua única derrota foi justamente no Mundial de 1966, para a Hungria. Derrota e despedida. Após o encontro, Garrincha nunca mais jogaria pelo Brasil.

O Mané jogou por mais de uma década na seleção e ganhou duas Copas (1958 e 1962), sendo fundamental para as conquistas. Marchena ganhou pela Espanha uma Eurocopa e fez parte da seleção do torneio.espanha_euro2008_1024

A marca nas mãos de um jogador comum

É certo que se Marchena não tem uma Copa, muito menos a sua seleção a tenha. Mas me parece ser pior para o futebol que esta marca tenha mudado de mãos. Até pelo fato - com todo respeito ao Marchena – de ele não ser nem de perto um dos melhores zagueiros do futebol mundial, quiçá de seu país.

Outro grande craque do futebol mundial que já foi ultrapassado pelo espanhol e aparece na lista é de Zinedine Zidane. O meia ficou 39 partidas sem perder com a França.

Nenhum comentário:

Postar um comentário