quinta-feira, 6 de maio de 2010

Marseille quebra jejum de 18 anos sem vencer a Ligue 1

e-titre-de-l-histoire-de-l-omApós 18 anos de jejum o Olympique de Marseille bateu o Rennes por 3 a 1 no Stade Vélodrome e faturou seu nono título nacional. L´OM chegou aos 75 pontos e não pode mais ser alcançado  pelos segundo colocados Lille e Auxerre, com 67.

O segundo maior vencedor do campeonato francês é dirigido pelo ex-jogador da Didier Deschamps, que fez sucesso no clube ao vencer o nacional pelo OM e foi campeão do mundo e europeu na seleção.

Deschamps chegou ao clube ano passado, após treinar Mônaco e Juventus – ITA. Pelo Mônaco ele chegou ao vice da Champions League em 2004. Na equipe italiana ele conquistou o título da segunda divisão em 2007 e se demitiu.

Les Phocéens como é conhecido o OM, não perde pela Ligue 1 desde 30 de janeiro, quando foi derrotado por 2 a 0 pelo Montpellier, de lá pra cá foram 15 jogos, 12 vitórias e o título antecipado.

Além do treinador, o Marseille trocou diversos atletas e reformulou o elenco. Em julho, no começo da temporada, chegaram 11 jogadores, Andrade, Garry Bocaly, S. Diawara, C. Fomen, G. Heinze, F. Abriel, E. Cissé, Lucho González, S. Mbia, C. Rool e Fernando Morientes.

Mas quem se destacou mesmo foi o senegalês Mamadou Niang, o atacante que chegou a Marseille em 2005 vindo do Strasbourg é o artilheiro da Ligue 1 com 16 tentos.

Um comentário:

  1. Que jejum em cara... estou comentando esse post, mas na verdade estou falando do assunto dopost anterior... O jogo do Timão mostrou que o futebol muitas vezes é injusto. O que o Corinthians jogou no primeiro tempo, o Flamengo não conseguiu jogar nos dois jogos... mas mesmo assim se classificou... Injusto, mas futebol é assim, como foi em outros jogos... Quando não é para vencer não tem jeito... Mas vale a pena lembrar da torcida gritando o nome do time mesmo depois que o jogo acabou... Vai Corinthians! Abraço cara e Parabéns!

    ResponderExcluir