sexta-feira, 28 de maio de 2010

Os Piratas da África do Sul

OrlandoPiratesArticlebg270707 O Orlando Pirates é o grande rival do Kaizer Chiefs e terceiro maior vencedor nacional. O clube teve quatro jogadores na lista de 30 convocados por Parreira para o mundial, mas o quinto lugar na Premier Soccer League é preocupante.

Desde 2003 sem vencer a PSL os Bucs também são de Johannesburg, do ano de 1937. O seu distintivo com um crânio e dois osso empsl_logo forma de ‘x’ é baseado em filmes de piratas da época. A torcida é uma das maiores do país, são mais de 8 milhões de fãs dos Buccaneers.

Para uma torcida dessa grandeza foi preciso construir um dos maiores estádios do país, com capacidade para 70 mil pessoas, o Coca-Cola Park. O clube aliás deu origem ao seu rival Chiefs, já que o fundador era jogador dos Piratas.

Nesta temporada o clube do técnico holandês Ruud Krol decepcionou e terminou na quinta posição, atrás dos maiores rivais do país de do Santos, clube de pouca expressão. A campanha recheada de empates e um ataque que teve média de 0,86 gol por partida explica posição final.

Foram oito empates sem gols na PSL, dois deles contra o Kaizer Chiefs, sem contar na fraca campanha nos outros clássicos. Derrotas para SuperSports e Mamelodi na primeira fase e empates no returno.

A década e ouro e a conquista do continente

CafWin1995 A melhor fase na história do clube foi no começo da década de 1990, quando o clube venceu o campeonato nacional em 1994 e a glória e fama veio com a conquista do torneio mais importante do continente, a African Champions Cup, agora chamada de African Champions League.

Em 1995 o clube entrou na primeira eliminatória e com duas vitórias eliminou o Eleven Men in Flight da Suazilândia, 2 a 0 e 3 a 0. Na segunda eliminatória veio o BCC Lions, que era o campeão nigeriano. Um empate em 1 a 1 e uma vitória pelo placar mínimo garantiram a vaga nas quartas de finais.

O adversário vinha do Gabão, o Mbilinga. Uma derrota longe de casa, a primeira no torneio, não abalou o grupo e no jogo de volta uma vitória incontestável por 3 a 0 deu a vaga nas semifinais aos Bucs.

No caminho para a tão esperada final mais uma vez um time pouco conhecido, o Express FC de Uganda que até então nunca havia passado da segunda fase. O placar apertado da partida de ida deu vantagem aos Buccaneers para o jogo seguinte, em Uganda. O jogo terminou empatado por 1 a 1. A final estava garantida.

A grande final do torneio africano era disputada em duas partidas também, uma na casa de cada finalista. O primeiro duelo foi marcado para a Johannesburgo e um empate em 2 a 2 praticamente colocou o título nas mãos dos marfinenses do ASEC Mimosas, que dificilmente perdia como mandante. No entanto o que parecia improvável aconteceu no Stade Houphouet-Boigny, em Abidjan. Os Piratas venceram por 1 a 0, com gol do atacante Lone Jerry Sikhosana e comemoraram o mais importante troféu da história do clube.mark fish figurinhas 98

Com o gol o atacante entrou para a lista dos maiores jogadores do clube, junto de Gavin Lane, Mark Fish e Edward Motale.

Este ano o clube disputou a competição continental mas caiu logo na primeira fase com dois empates. Jogando em Botsuana um empate sem gols obrigava uma vitória dos Bucs para a classificação, mas um empate em 2 a 2 eliminou os Piratas.

Dados:

Quem mais jogou: William Okpara - 375
Quem mais jogou em uma temporada: William Okpara - 51 (1995)
Quem mais marcou: Vilakazi Bento - 52
Quem mais marcou gols em uma temporada: Denis Lota - 23 (2000)
Maior Vitória: vitória 9-1 contra o FC nos Jogos Olímpicos (Bob Save Super Bowl de 1999)
Maior Derrota: 1-6 contra o Mamelodi Sundowns (BP oito melhores de 1990)
Maior série de jogos sem perder: 19 (2005)

RECORDES NA LEAGUE
Invicto: 17 (1975, 2005)
Mais gols: 61 (1989)
Mais gols sofridos: 60 (1986)
Maior número de vitórias: 19 (1990)
Menos vitórias: 5 (1985)
Maior número de derrotas: 15 (1985)
Menor número de derrotas: 3 (1994)

Abaixo a evolução do escudo dos Bucs e o uniforme atual.

EvolutionofTheEmblem300 

OPKIT2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário