segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Adílson aposta em atletas contestados e deixa Timão

BRASILEIRÃO/CORINTHIANS X ATLÉTICO-GO Durou pouco o retorno de Adílson Batista ao Corinthians. A péssima campanha nos últimos cinco jogos e as escolhas e teimosias do treinador culminaram com a demissão do gaúcho. No Parque São Jorge surge o nome de Carlos Alberto Parreira, mas seria o momento do tetracampeão?

Quando Adilson assumiu o clube tentou dar continuidade no trabalho de Mano Menezes, fez suas mudanças, a equipe ficou mais ofensiva e por consequência a defesa exposta. Aí reside um dos problemas de Batista. Sob o comando de Mano o time levou 12 gols em 11 jogos, já com Adilson foram 24 tentos em 17 partidas.

thlenoA contusão de Chicão e a ausência de outros tantos jogadores obviamente prejudicou o trabalho. Mas a outrora melhor defesa do país ficou vulnerável e as escolhas do técnico pesaram. Ele pediu a contratação de Thiago Heleno ex-Cruzeiro, justamente no momento em que Paulo André – reserva absoluto de Willian e Chicão – vivia boa fase. Pior, com a contusão de Ralf e a saída de Elias, na seleção, Adilson optou por Moacir, atleta que chegou no começo do ano e não rendeu, está bem abaixo dos outros jogadores do elenco.

Além das contusões, Adilson vinha sofrendo com reclamações de jogadores como Bruno César, um dos destaques do time que protestou publicamente por jogar fora de posição. Criticado, o argentino Defederico foi contratado a peso de ouro ainda não jogou o esperado em mais de um ano de clube, porém as últimas apresentações do meia demonstraram que ele não pode ser reserva de Danilo.

Os cinco jogos sem vitória, dois pontos em 15 disputados, a fraca campanha no Pacaembu com empates com Botafogo e Ceara pesou na reta final do torneio. O título ficou distante, a Libertadores ameaçada e agora? Rumores colocam Parreira no Timão, mas o momento será o ideal para a chegada dele? Parreira seria uma escolha para longo prazo, não para agora, há dez jogos do fim e sem tempo para trabalhar treinos e táticas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário