domingo, 13 de março de 2011

A sorrateira ascensão da Udinese

logo_udinese_calcio_corretto_smallQue o campeonato italiano está cada vez mais perto de Milão ninguém discute, muito menos a força de Milan e Inter. É certo também que o Napoli promete brigar até o fim pelo scudetto, mesmo com um elenco mais fraco. Entretanto, um clube que há tempos não incomodava ressurge e já vislumbra um futuro na Champions League.
Sem perder desde o dia 19 de dezembro quando foi derrotado pela Lazio, a Udinese segue passando por cima de seus adversários, entre eles Inter e Juventus, além de um empate fora com Milan e uma goleada histórica sobre o Palermo por 7 a 0.
zicoO começo do italiano foi desastroso, quatro derrotas seguidas, um empate sem gols e a lanterna do Cálcio. Só na sétima rodada o Bianconeri saiu da última posição e também da zona de rebaixamento. Daí em diante as vitórias foram surgindo, primeiro 4 seguidas e depois alguns tropeços até a série invicta de doze jogos.
Fundado em 1896 o time de Udine nunca venceu a primeira divisão e seu ano mais vitorioso foi em 1978, quando o clube venceu a Série C, o Torneio Anglo-Italiano e a Coppa Itália Liga Pro.
Dentre os maiores jogadores do clube, estão alguns brasileiros, o principal é Zico. O Galinho jogou por lá na década de 1980, embora uma contusão tenha impedido maiores sucessos. Em Udine jogaram também Amoroso, Bierhoff, Jorgensen, Iaquinta, Thomas Helveg, Sensini e Balbo.
O maior ídolo atualmente é o atacante Di Natale. Artilheiro do Calcio com 24 gols, ele pode repetir a última temporada, quando terminou mairo goleador. O italiano já marcou mais de cem vezes no torneio e mantém a recente tradição de artilheiros. Na década de 1990 Bierhoff e Amoroso foram os goleadores. Di Natale marcou 29 vezes em 2009-2010, a segunda melhor marca das últimas cinco décadas, perde apenas para Luca Toni com 31 em 2005-2006.
dinataleAbaixo imagens de Amoroso e Bierhoff, artilheiros pela Udinese.
zico_marcio_amorosobierhoff_small

Nenhum comentário:

Postar um comentário