terça-feira, 26 de abril de 2011

A primeira vez da Libertadores

Peñarol O começo das oitavas de final da Libertadores me recorda que na última terça-feira, completou-se 51 anos da primeira partida da história do torneio de clubes mais importante da América do Sul.

O palco da estreia foi o Centenário de Montevidéu, no Uruguai. O Campeão boliviano de 1959 contra o campeão uruguaio do mesmo ano, Jorge Wilstermann e Peñarol. No dia 19 de abril de 1960 a bola rolou pela primeira vez na Libertadores, pouco valorizada até então.

Relatos contam que cerca de 35 mil pessoas estiveram presentes no estádio, e viram o chileno Carlos Robles apitar o inicio de tudo. Eram 16 horas e 11 minutos quando o boliviano Ausberti Garcia tocou a bola pela primeira vez. Coube, porém, ao atacante Carlos Borges a felicidade de marcar o primeiro gol da história da Libertadores, aos 13 minutos do primeiro tempo.

Depois dele Cubilla ampliou aos 20’, Borges fez outro aos 27’ e Alberto Spencer ampliou aos 35’. Seria o primeiro dos 54 gols do equatoriano na competição, o maior de todos os tempos. Alcócer diminuiu para os bolivianos, mas Spencer fez mais três e decretou a primeira goleada logo na estreia.

Abaixo a ficha histórica do jogo. Em breve vou postar um relato de como foi a chegada dos bolivianos e a recepção dos aurinegros com direito a um jantar oferecido pelos jogadores uruguaios aos bolivianos, feito inclusive pelos atletas. Tudo isso escrito por um periodista uruguaio.

PEÑAROL(URU) 7 x 1 JORGE WILSTERMANN (BOL)

Data: 19 / 04 / 1960

Árbitro: Carlos Robles(CHI)

Público: 35.000

Local: Estádio Centenario /Montevideu

Gols: Borges 13, Cubilla 20, Borges 27, Spencer 35, Alcócer 49, Spencer 58, Spencer 67, Spencer 90

PenarolPEÑAROL: Luis María Maidana, William Martínez, Milton Alves da Silva "SALVADOR", Santiago Pino, Néstor Gonçalves, Walter Aguerre, Luis Alberto Cubilla, Carlos Abel Linazza, Juan Eduardo Hohberg,Alberto Pedro Spencer, Carlos Borges / Técnico:Roberto Scarone

jorge wilstermann JORGE WILSTERMANN: Rico, Oscar Claure, Villarroel, José Trujillo, José Rocabado, Mario Zabalaga, César Sánchez,Máximo Alcócer, Ausberto García, Renán López, Rómulo Cortez (Alfredo Soria) / Técnico: Saúl Ongaro

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Cruzeiro contra a escrita

Cruzeiro-Estudiantes-Foto-Gil-Leonardi_LANIMA20110216_0116_25 A campanha na primeira fase foi quase perfeita, 16 pontos em 18 possíveis e a melhor equipe da fase de grupos da Libertadores 2011. O time do técnico Cuca tem muito que comemorar, mas uma preocupação, desde 1996 o melhor da fase de grupos não é campeão, na época o River Plate ficou com a taça.

river_1996 Não precisamos ir muito longe para buscar um exemplo, ano passado o Corinthians ficou em primeiro e foi eliminado pelo Flamengo na fase seguinte. A trajetória foi similar à da Raposa. Cinco vitórias e um empate.

A favor do Cruzeiro está o bom desempenho e goleadas. Em Minas foram três jogos e 15 gols marcados. Em toda a primeira fase o clube levou apenas um gol.

Nove campeões nas Oitavas

Dos 16 clubes que disputam as oitavas de final da Libertadores, nove já conquistaram o troféu. A possibilidade de um campeão inédito é remota, entre os candidatos, o irregular Fluminense e a incógnita do México, o América. Ambos foram responsáveis pela eliminação dos campeões Argentinos Jrs e Nacional. Colo-Colo e Independiente também caíram na primeira fase.

Abaixo os campeões que passaram para a próxima fase:

Once Caldas, Grêmio, Vélez Sarsfield, Santos, Internacional, Cruzeiro, Estudiantes, LDU e Peñarol.

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Michael Shannon será o vilão Zod em Superman

michael-shannon1 A Warner anunciou neste domingo que o ator americano Michael Shannon viverá o General Zod no novo filme do Super-Homem. O ator recebeu uma indicação ao Oscar de melhor ator coadjuvante pelo filme “Revolutionary Road” e é um dos destaques da série da HBO “Boardwalk Empire”, na qual vive um agente federal.

Leia mais

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Rooney nas quartas de final é sinônimo de gol

1616235_w2 Já são cinco anos seguidos que o Manchester United chega pelo menos às Quartas de Final da Champions League, prova do poder dos Red Devils na Inglaterra e na Europa. Mas é da cidade de um dos seus rivais que surgiu o atual ídolo do clube, o atacante Wayne Mark Rooney. Natural de Liverpool o ‘Shrek’ conseguiu um feito e tanto esta semana, assim como seu time, Rooney também atinge a sequência nas Quartas de Final e marcou pelo quinto ano consecutivo nesta fase.

Ele estreiou pelo United no dia 28 de setembro de 2004 - pouco menos de um mês após a contratação, junto ao Everton -  contra o Fenerbahce da Turquia, não podia ser melhor, vitória por 6 a 2 na Champions League e um hat-trick.

Foram os primeiros gols do atacante na competição europeia, no entanto, ele passou em branco nos outros cinco da temporada e o clube foi eliminado. No ano seguinte outra decepção, os Reds Devils caíram na fase de grupos, em último lugar e Rooney não marcou em quatro jogos.

Da temporada 2006/2007 em diante o Manchester sempre chegou e Rooney deixou o dele. Vale lembrar que o inglês não fez nenhum gol na primeira fase e nem nas oitavas de final, até enfrentar a Roma. Aí não teve jeito, derrota por 2 a 1, gol dele. No jogo de volta a goleada histórica, 7 a 1 e outro gol.

Na quarta-feira Rooney quebrou um longo jejum do Manchester diante do Chelsea com um bonito gol, o seu 22º na Champions League, o segundo nesta edição. Falta muito ainda para chegar aos 70 gols do maior artilheiro do torneio, o espanhol Raúl, ´para tal feito ele precisa melhorar sua média, pouco mais de 3 por edição. Com 25 anos, se nada de anormal acontecer, restam ainda pelo menos mais nove edições para o Shrek.

Abaixo a tabela de gols de Rooney nas quartas da LC.

2006/07 Quartas de final – ida - Roma 2x1 Manchester (1 gol) 

                                       volta – Manchester 7x1 Roma (1 gol)

2007/08 Quartas de final – ida Roma 0x2 Manchester (1 gol)

2008/09 Quartas de final – ida Manchester 2x2 Porto (1 gol)

2009/10 Quartas de final – ida Bayern 2x1 Manchester (1 gol)

2010/11 Quartas de final – ida Chelsea 0x1 Manchester (1 gol) 

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Disney anuncia sequência de “Monstros S.A.”

As crianças do mundo inteiro terão motivos para preocupação em 2012, isso porque a Disney anunciou a sequência do grande sucesso “Monstros S.A.”. Mais de uma década depois do primeiro filme a empresa americana anunciou a nova aventura dos amigos Mike e Sulley. A animação que leva o nome de “Monsters University” só chegará aos cinemas no fim do ano que vem e deve ser um prólogo do filme de 2001.

Mais no GCB.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

A hegemonia dos Dragões nas veias sul-americanas

A história da supremacia do Porto no futebol português teve mais um capítulo neste sábado no Estádio da Luz, do maior rival Benfica. Maior vencedor da última década e vitorioso 11 vezes desde 1995 o Dragão não possui adversários a altura no país. Faltam cinco rodadas para o fim e os azuis estão invictos. O segredo? Jogadores sul-americanos.     

São exatos 15 atletas nascidos na América do Sul que formam o plantel dos dragões. Brasileiros são seis, mas poucos que fizeram bonito por aqui, na verdade o mais conhecido é o goleiro Helton, ex-Vasco.

O ídolo do time é o atacante Hulk, ele jogou pelo Vitória em 2004 e foi rapidamente negociado com o futebol japonês. Em 2008 foi contratado pelo Porto e de lá pra cá foi até convocado para a seleção. Hulk é também o artilheiro do torneio com 21 gols, oito a mais que o segundo colocado e dez na frente do terceiro, seu parceiro de clube Falcão Garcia.

Nem só de brasileiros vive o Porto, três argentinos, três colombianos e três uruguaios fazem parte do grupo. Destaque para Falcão Garcia e Nicolas Ottamendi. Ambos vieram do futebol argentino, Falcão era ídolo no River e Ottamendi chegou recentemente do Vélez. Não é de hoje porém que o clube aposta no mercado sul-americano, Muitos nomes já passaram por lá, como Casagrande, Jardel, Deco, Pepe, Lisandro López, Lucho Gonzalez, Anderson, Luis Fabiano e Diego.

A procura pelos sul-americanos não é só dos dragões. Prova disso é que nos últimos quatro anos os artilheiros da Liga Zon Sagres foram Liédson, Lisandro López, Nenê e Oscar Cardozo, dois atletas brasileiros, um argentino e um paraguaio, destes apenas López atuava pelo Porto. Além disso, Jardel ganhou o prêmio por cinco oportunidades e marcou 42 vezes na mesma competição em 2001/02, feito superado somente por dois outros atletas antes de 1980.

O Olho da Rua - Resenha

o-olho-da-rua_eliane-brumO título do livro já diz tudo sobre a obra da ótima jornalista Eliane Brum. “O Olho da Rua, Uma Repórter em Busca da Literatura da Vida Real” é o puro jornalismo investigativo, suado. Eliane selecionou dez reportagens das muitas que fez na Revista Época e publicou em 2008 o livro que mostra a realidade vivida por ela.

Ao longo das matérias – cinco urbanas, quatro na Amazônia e outra uma revelação pessoal da vida da autora – a gaúcha constrói seus textos de tal forma que parece que cada letra, cada palavra escrita não poderia ter se encaixado em outro lugar. Eliane tece histórias reais e descreve vidas a cada reportagem, de parteiras na Amazônia aos últimos dias da vida de uma ex-merendeira.

Das reportagens captadas por ela a mais reveladora é um desafio em um local desconhecido e sem acesso ao resto do mundo. O texto mostra logo de cara o isolamento do lugar. “Para onde eu fui, só havia mapa para chegar ao ponto de partida.”

A entrega em O Inimigo Sou Eu e seu sofrimento nos faz tolerar a dor junto dela. Poderíamos discutir aqui o fato de a repórter ser a notícia, mas é preciso entender que essa era a pauta proposta.

elianebrumEntretanto, de todas as mais de quatrocentas páginas do livro, as que mais causam comoção e nos deixa com o coração pra lá de apertado são as que contam a vida de Ailce, uma paciente que Eliane acompanhou nos últimos meses de vida. Aqui novamente caberia discutir o modo como a jornalista se aproxima de sua fonte, porém como a própria autora diz, “Estas (intervenções com a fonte) nem sequer dizem respeito ao jornalismo. Só à humanidade”.

É imprescindível também a leitura das reportagens na Amazônia e Expectativa de Vida: Vinte Anos, esta última um estudo revelador sobre as mortes decorrentes do tráfico, baseada no documentário “Falcão – Meninos do Tráfico”. Outro adendo é o prefácio de Caco Barcellos, mais um jornalista talentosíssimo e de credibilidade.

sábado, 2 de abril de 2011

O clássico dos invictos

armerationSantos e Palmeiras fazem no domingo o último clássico da primeira fase do Cameponato Paulista, a partida acontece pouco mais de um ano depois da guerreira vitória do Palestra na Vila Belmiro, com direito a dancinha de Armero. O confronto marca o encontro do melhor ataque santista contra a melhor defesa dos comandados de Felipão. Além disso, o Palmeiras ainda não perdeu como visitante, assim como o Santos como mandante.

Invicto na Vila, o Peixe encara seu penúltimo desafio em casa na busca da liderança. Embora Neymar possa ficar de fora, o clube confia na boa temporada do meia Elano, que retorna da seleção e de Ganso. Até aqui o clube empatou duas vezes e venceu seis em Santos.

Apesar da liderança, o Palmeiras ainda não convence, o futebol burocrático apresentado pelo Verdão não foi capaz de vencer nenhum clássico. No entanto, a boa sequencia como visitante – ainda não perdeu – e a forte defesa liderada por Danilo e Thiago Heleno formam a base para manter a liderança, apesar de Felipão nunca ter vencido no estádio rival.

Último jogo no Paulista

Santos 		 3-4  Palmeiras

Gols: 

Santos: Pará 9', Neymar 30', Madson 80'

Palmeiras: Robert 41',43',87' e Diego Sousa 55'

Curiosamente nenhum dos dois jogadores que marcaram pelo Palmeiras estão atualmente no elenco. Do grupo que jogou apenas Danilo começou como titular, Marcio Araújo e Lincoln entraram no decorrer da partida.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Warner anuncia pôster de “Se Beber, Não Case! 2”

se-beber-nao-case2-poster1Após arrecadar mais de U$ 500 milhões no mundo “Se Beber, Não Case!” (The Hangover) terá continuação no fim de maio nos EUA e no Brasil, mas a Warner Bross já aguça a curiosidade dos cinéfilos. Depois de divulgar o teaser, agora é a vez de conferir o trailer e o cartaz oficial do filme, com as trapalhadas de Phil (Bradley Cooper), Stu (Ed Helms), Alan (Zach Galifianakis) e Doug (Justin Bartha).

Mais informações e trailer Guia Cultural Brasil