domingo, 19 de junho de 2011

O retorno dos velhinhos

Eles já receberam duas Copas do Mundo e juntos completarão 15 finais de Libertadores
Quarta-feira chega ao fim mais uma edição da Copa Santander Libertadores, que foi buscar nas suas raízes os dois finalistas deste ano. Após 24 anos o Peñarol volta a disputar a decisão, e é agora o clube com mais finais disputadas, 10 no total. O Santos que em 1962 levou o título com Pelé e Cia aposta agora em Neymar, Elano e Ganso. Junto com eles, dois velhinhos meio esquecidos na TLA também reaparecem em uma decisão, o Centenário e o Pacaembu.
800px-EstadiocentenarioQuando o árbitro Carlos Amarilla apitou o início da partida na última quarta, o estádio que mais vezes recebeu uma final da Libertadores voltou a ação. Desde 1988, quando o Nacional derrotou o Newell’s Old Boys e foi campeão que o Centenário de Montevidéu não via uma disputa que vale título da TLA. O empate por 0 a 0 marcou a vigésima final no local, inaugurado em 1930.
Já o Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu, inaugurado em 1940, foi palco pela última vez em 2002, quando o São Caetano recebeu o Olímpia do estadio-pacaembu (1)Paraguai e ficou com o vice. Antes disso, o estádio já tinha recebido outras três partidas, duas com o Palmeiras (1961 e 1968) e uma com o São Paulo (1974).
Neste próximo dia 22 de junho, o estádio municipal recebe sua quinta final. Pode, aliás, ser a última no local, já que o Palmeiras deve ter sua Arena Palestra em breve, o São Paulo possui o Morumbi, o Corinthians espera a construção do ‘Itaquerão’ e o Santos promete erguer um novo local. Vale lembrar, ou não, que nunca um time brasileiro ganhou o título quando jogou a final no Pacaembu.
Veja as finais de Libertadores no Pacaembu.
1961 Palmeiras 1x1 Peñarol
1968 Palmeiras 3x1 Estudiantes
1974 São Paulo 2x1 Independiente
2002 São Caetano 1x2 Olimpia
pacaembu1938
Construção do Pacaembu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário